Caio Souza sofre queda na final do salto e Brasil encerra o dia sem medalhas na ginástica

Caio Souza sofre queda na final do salto e Brasil encerra o dia sem medalhas na ginástica

Ginasta brasileiro vinha de uma lesão no pé e define como positiva sua participação nos Jogos de Tóquio-2020

Brasileiro caiu no seu segundo salto na final

publicidade

A última esperança da ginástica brasileira conquistar mais uma medalha na madrugada dessa segunda-feira acabou com a final do salto. Ainda recuperando-se de uma lesão no pé, saldo da apresentação na final do individual geral masculino, Caio Souza caiu em seu segundo salto, dando adeus à disputa pelo ouro logo no começo das apresentações, com uma nota de 13.683, o que lhe valeu o oitavo lugar. Mesmo assim, o ginasta brasileiro define como positiva a sua passagem pelos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, apesar da lesão e da queda na final. "Todo mundo compete no sacrifício, mas estou feliz com tudo que aconteceu. Claro que queria estar no pódio, mas estou feliz com a minha primeira Olimpíada", afirmou em entrevista à SporTV.

O ouro no salto acabou com o sul-coreano Jeahwan Shin, que teve a mesma nota (14.783) do russo Denis Abliazin, mas venceu porque teve uma nota de partida mais difícil. O bronze ficou com o armeno Artur Datvyan, com 14.733.

A participação brasileira nos Jogos de Tóquio-2020 termina nesta terça-feira de madrugada, às 5h50min, com Flávia Saraiva na final da trave. A grande atração da disputa promete ser a norte-americana Simone Biles, que está confirmada na decisão, após desistir de outras finais, como o salto e o solo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895