Cerimônia marca encerramento das Paralimpíadas de Tóquio

Cerimônia marca encerramento das Paralimpíadas de Tóquio

Brasil superou 100 medalhas de ouro em paralimpíadas

Agência Brasil

Cerimônia marca encerramento das Paralimpíadas de Tóquio

publicidade

A Paralimpíada de Tóquio termina neste domingo (5) com a cerimônia de encerramento no Estádio Olímpico. O porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento da Paralimpíada de Tóquio (Japão) foi o multmedalhista Daniel Dias, que foi eleito membro do Conselho dos Atletas do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês). 

Nesta edição da Paralimpíada, o Brasil terminou na sétima posição, com 22 medalhas de ouro, 20 de prata e 30 de bronze e chegou a 100 medalhas de ouro em paralimpíadas. O primeiro lugar ficou a China, com 96 medalhas de ouro, 60 de pratas e de 51 de bronze, o segundo lugar com a Grã-Bretanha, com 41 de ouro, 38 de prata e 45 de bronze e o terceiro lugar com os Estados Unidos, com 37 de ouro, 36 de prata e 31 de bronze.

A próxima edição das Paralímpíadas será em Paris, daqui a três anos. O intervalo para os próximos Jogos Paralímpicos será mais curto em virtude do adiamento por um ano da Tóquio 2020 em função da pandemia do novo coronavírus.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895