Chinesas seguram arrancada monstra de Ledecky dos EUA e vencem 4x200m livre

Chinesas seguram arrancada monstra de Ledecky dos EUA e vencem 4x200m livre

Nadadoras conquistam ouro olímpico e recorde mundial na Tóquio 2020

AFP

Chinesas surpreenderam e buscaram recorde mundial

publicidade

O revezamento 4x200m livre feminino fechou a manhã da natação desta quinta-feira de maneira espetacular. A China surpreendeu para conqusitar o ouro com recorde mundial, mas teve que segurar uma arrancada monstruosa da norte-americana Kate Ledecky no final. 

No Centro Aquático da capital japonesa, o quarteto formado por Junxuan Yang, Muhan Tang, Zhang Yufei e Bingjie Li completou a prova com o tempo de 7:40.33, batendo a melhor marca do mundo até o momento que pertencia à Austrália, 7.41.50, estabelecida em 2019.

A medalha de prata foi para a equipe dos Estados Unidos, depois de um verdadeiro esforço olímpico da multicampeã Ledecky. Ela caiu na piscina dois segundos atrás das líderes e terminou com a prata em 7min40s73.

O bronze ficou com as frustradas australianas (7min41s29). Elas caíram na piscina como favoritas, após as classificatórias, mas não conseguiram manter o ritmo das chinesa. Ariarne Titmus desapontou ao abrir a série. Medalhista de ouro dos 200m em Tóquio, ela completou na segunda colocação a sua fase do revezamento.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895