Rebeca Andrade fica em 5° lugar na final do solo na ginástica artística

Rebeca Andrade fica em 5° lugar na final do solo na ginástica artística

Ginasta, que conquistou prata no individual geral e ouro no salto, fez 14.033, em uma prova marcada pelo alto nível

Correio do Povo

Brasileira conquistou um ouro e uma prata em Tóquio 2020

publicidade

Em uma competição com um nível técnico muito acima da média, a norte-americana Jade Carey conquistou a medalha de ouro no solo feminino, na ginástica artística, na manhã desta segunda-feira. A brasileira Rebeca Andrade, que buscava o seu terceiro pódio nos Jogos de Tóquio-2020, ficou na quinta colocação.

As primeiras apresentações mostraram logo de início que o título seria disputado de forma acirrada, com apresentações consistentes de todas as ginastas. Segunda a se apresentar, a norte-americana Jade Carey estabeleceu uma nota alta ao receber 14.366. Dali em frente, qualquer mínimo erro fazia a diferença entre a presença ou não no pódio. Sétima a se apresentar, Rebeca Andrade voltou a repetir algumas falhas vistas na apresentação do solo na final do individual geral, como exceder os limites ao pisar fora. A punição veio na nota: 14.033, o que já a afastava até mesmo do bronze.

Mas nada que mude a trajetória vencedora da brasileira em Tóquio. Foram dois pódios, com um ouro no salto e uma prata no individual geral. "Estou muito feliz com todas as apresentações que eu fiz desde o primeiro dia. Eu amo me apresentar no solo. E estou levando para casa duas medalhas, não tem como não ficar feliz", disse ela, após a decisão.

Com os 14.366, Jade Carey ficou mesmo com o ouro, seguida da italiana Vanessa Ferrari na prata, com 14.200 e um bronze dividido entre a japonesa Mai Murakami e a russa Angelina Melnikova.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895