Tribunal rejeita recurso e russos não participarão dos Jogos Paralímpicos

Tribunal rejeita recurso e russos não participarão dos Jogos Paralímpicos

Decisão unânime foi tomada após relatório do comitê internacional

AFP

Russos não poderão participar da Paralimpíada Rio 2016

publicidade

O Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) negou nesta terça-feira o recurso da Rússia contra a decisão de excluir seu país dos Jogos Paralímpicos do Rio após o escândalo de doping de Estado revelado pelo relatório da comissão McLaren. "O Tribunal Arbitral do Esporte negou o recurso apresentado pelo Comitê Paralímpico da Rússia contra a decisão ditada pelo Governo do Comitê Paralímpico Internacional (CPI) em 7 de agosto", disse a máxima instância judicial do esporte em um comunicado.

"Consequentemente, fica confirmada a decisão do CPI", prosseguiu a nota do TAS, com sede em Lausanne. O CPI anunciou no dia 7 de agosto ter suspendido o Comitê Olímpico russo pelo escândalo de doping de Estado. "Nossa decisão se baseou no fato de saber se a Rússia pode respeitar suas obrigações em relação ao Código Mundial Antidoping. A Rússia não cumpre com estes critérios", argumentou então o presidente do CPI, Philip Craven.

O ministro russo dos Esportes, Vitali Mutko, havia classificado a decisão de desumana. "Para mim, isso supera o compreensível", declarou Mutko à agência de notícias Interfax. "É uma decisão sem precedentes. Não entendo em que se baseia", declarou posteriormente à agência R-Sport, prometendo um "apoio exaustivo" ao Comitê Paralímpico Russo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895