Paysandu vence com pênalti duvidosoe afunda o Náutico na Série B
capa

Paysandu vence com pênalti duvidosoe afunda o Náutico na Série B

Gol de Bergson no 1 a 0 elevou time do Pará a 20 pontos, com chances de ameaçar G4

Por
AE

Gol de Bergson no 1 a 0 elevou time do Pará a 20 pontos, com chances de ameaçar G4

publicidade

Com gol de Bergson em pênalti questionável, o Paysandu afundou ainda mais o lanterna Náutico na zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro. O time paraense também confirmou a reabilitação ao vencer o rival pelo placar de 1 a 0, em partida realizada nesta terça-feira, no estádio Mangueirão, em Belém, pela 15ª rodada.

O resultado mantém o Náutico na lanterna com apenas sete pontos, precisando de um milagre para não ser rebaixado à Série C. Com 20 pontos, o Paysandu começa a sonhar novamente com o acesso à elite do futebol brasileiro, mas ainda segue longe do G4.

Em situação desesperadora na tabela de classificação, o Náutico armou um bloqueio para impedir com que o Paysandu chegasse ao gol. O time paraense teve mais posse de bola e ameaçou desde os dois minutos. Lombardi recebeu em velocidade e cruzou para Gualberto. O zagueiro mandou rente à trave do goleiro Tiago.

O Paysandu seguiu pressionando e desperdiçou logo na sequência uma outra chance de abrir o placar. Magno recebeu pela direita, cortou o marcador e soltou o pé para a defesa de Tiago, que por pouco não largou nos pés do atacante adversário. Já o Náutico sequer ameaçou o gol defendido por Marcus Milanezi.

A etapa final continuou no mesmo panorama. Era ataque contra defesa. Logo aos três minutos, Ayrton levantou na área e Bergson, ex-jogador do próprio Náutico, ia fazendo o gol, mas o árbitro pegou impedimento e acabou anulando o lance. Desta vez, o time pernambucano respondeu. Sueliton arriscou de longe, mas parou em Marcos Milanezi.

O time paraense foi com tudo para cima nos minutos finais e, aos 36 minutos, anotou o único gol da partida. Marcão recebeu em velocidade e caiu na área, em dividida com o goleiro Tiago dentro da área. A arbitragem assinalou um duvidoso pênalti. Na cobrança, Bergson mandou para o fundo das redes.

Na próxima rodada, a 16.ª, o Paysandu vai até Pelotas (RS) para enfrentar o Brasil-RS neste sábado, às 19 horas, no estádio Bento Freitas. O Náutico visita o Londrina no mesmo dia, às 16h30,
no estádio do Café, em Londrina, no norte do Paraná.