Presidente da Fifa diz não saber quando o futebol poderá ser retomado
capa

Presidente da Fifa diz não saber quando o futebol poderá ser retomado

Infantino falou sobre a crise global da saúde devido ao coronavírus que forçou a suspensão de torneios em quase todo o mundo

Por
AFP

Pacaembu foi transformado em hospital temporário em São Paulo

publicidade

O presidente da Fifa, Gianni Infantino, admitiu nesta quinta-feira que ninguém pode determinar hoje quando o futebol poderá ser retomado devido à pandemia de coronavírus. "Todos nós gostaríamos de ter futebol amanhã, mas infelizmente isso não é possível e ninguém no mundo de hoje sabe quando poderemos jogar como antes", disse o chefe da Fifa. 

Em uma teleconferência durante o 72° Congresso da Conmebol, Infantino falou sobre a crise global da saúde devido ao coronavírus que forçou a suspensão de torneios de futebol em quase todo o mundo. "Se o futebol pode dar uma lição de vida, é essa. Na Fifa, colocamos a saúde em primeiro lugar", enfatizou o dirigente, que alertou que a situação "vai nos afetar". 

"Nosso mundo e nosso esporte serão diferentes quando voltarmos ao normal. Temos que garantir que o futebol sobreviva e que possa prosperar mais uma vez", observou ele.

Em sua mensagem, Infantino disse que estes "são tempos de respeito por quem sofre e por quem ajuda. Pela primeira vez, o futebol não é a coisa mais importante. A saúde vem primeiro e deve continuar sendo até que esta doença seja derrotada", observou ele durante uma teleconferência no Congresso da Conmebol, que foi realizada em sua sede em Assunção.