Presidente do Vasco nega que tenha convidado Falcão para ser CEO do clube
patrocinado por

Presidente do Vasco nega que tenha convidado Falcão para ser CEO do clube

Jorge Salgado admitiu ter boa relação com ex-jogador do Inter, mas reiterou que não é o momento de se fazer contratações

Correio do Povo

Nome foi especulado para a coordenação da equipe

publicidade

O novo presidente do Vasco, Jorge Salgado, negou que tenha convidado o ex-jogador e técnico da seleção brasileira Falcão para ser CEO do clube na próxima temporada. Em nota, o mandatário admitiu ter boa relação com o ídolo do Inter, mas reiterou que não é o momento de se fazer contratações.

"Está sendo veiculado na imprensa que eu teria contratado o ex-jogador e ex-técnico da seleção brasileira, Paulo Roberto Falcão, para a posição de CEO do Futebol do Vasco da Gama. Gostaria de esclarecer que essa informação não procede", diz trecho do comunicado.

Após vencer as eleições, Salgado ainda não foi empossado para dar o "pontapé inicial" na sua gestão, o que irá ocorrer na próxima semana.

"Eu trabalho com método, disciplina e planejamento. Não existe absolutamente nada concretizado principalmente porque ainda não é o momento de fechar a contratação do futuro CEO do Futebol do Vasco. Portanto não fiz e nem farei esta contratação nesse momento", acrescentou. 

Sá Pinto diz que deixa Vasco "inconformado"

Um dia após sua demissão do cargo de técnico do Vasco, o português Ricardo Sá Pinto se manifestou publicamente nesta quarta-feira. Em uma postagem em suas redes sociais, o treinador lamentou a sua saída e publicou um texto de despedida no qual apontou os problemas políticos do clube como parte responsável pelo desempenho ruim do futebol.

"Vascaínos, é com muita pena que hoje deixo de ser um de vós. Foi um orgulho representar um clube com a grandeza e a tradição do Vasco. Saio inconformado por não ter podido concluir o projeto idealizado. Infelizmente, chegamos ao clube num momento conturbado, tanto pelos acontecimentos recentes, mas também por anos de descuido e aproveitamento que em nada beneficiaram o nosso Gigante da Colina", escreveu Sá Pinto.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895