Red Bull Bragantino e São Paulo empatam em 1 a 1 em Bragança Paulista

Red Bull Bragantino e São Paulo empatam em 1 a 1 em Bragança Paulista

Com o resultado, as duas equipes seguem no alto da tabela de classificação

AE

O Tricolor de Alisson, ex-Grêmio, buscou o empate

publicidade

Red Bull Bragantino e São Paulo fizeram uma boa partida na tarde deste sábado, em Bragança Paulista, no interior do Estado, válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Com compromissos pelos torneios continentais na próxima semana, as duas equipes entraram em campo com mudanças, mas mesmo assim o jogo foi muito disputado. Com um gol de cada equipe em cada tempo, o jogo terminou com um empate por 1 a 1.

Com o resultado, as duas equipes seguem no alto da tabela de classificação do Brasileirão - o Red Bull Bragantino chegou aos 5 pontos e o São Paulo está com 4. Pelo torneio nacional, o próximo confronto do time do interior será no sábado, dia 30, quando enfrentará o Ceará, no Castelão, em Fortaleza. Já o Tricolor disputará o clássico com o Santos no dia 2 de maio, uma segunda-feira, às 20h, no Morumbi.

O Red Bull Bragantino foi para o jogo com uma equipe alternativa. Na próxima terça, dia 26, o time tem um confronto que promete ser difícil - o time encara o Estudiantes de La Plata, na Argentina, pela terceira rodada do Grupo C da Libertadores. Do lado do São Paulo, que na quinta, dia 28, viaja para a Bolívia para encarar o Jorge Wilstermann, pela Copa Sul-Americana, foram três ausências: Reinaldo, Luan e Gabriel Neves.

Veja Também

Antes do jogo, Rogério Ceni, técnico do São Paulo, afirmou que promoveu algumas alterações na escalação para que sua equipe ganhasse em altura e ainda conseguisse manter a posse de bola por mais tempo do que o rival. Apenas uma parte do plano do treinador deu certo.

Isso porque com menos de um minuto de jogo, o Red Bull Bragantino teve um escanteio pela esquerda do seu ataque. Após a cobrança, a bola cruzou toda a área do São Paulo e Miguel finalizou para ótima defesa de Jandrei, que espalmou, mas a bola explodiu no travessão e ficou livre para Alerrandro, de joelho, marcar o primeiro gol do jogo.

Em relação à posse de bola, Ceni teve sucesso. No primeiro tempo, o São Paulo ficou com ela nos pés durante 62% do jogo. O time pressionou demais, mas não conseguiu empatar antes do intervalo.

Após sofrer o gol, o time foi melhor que a equipe do Interior, criou boas chances, principalmente com o atacante Calleri, mas o argentino parou nas mãos do goleiro Cleiton. O time ainda teve boas oportunidades nos pés de Rodrigo Nestor e Nikão.

Os times voltaram iguais após o intervalo e tanto Red Bull Bragantino quanto o São Paulo tiveram ótimas chances para marcar antes dos 20 minutos. Primeiro, o Tricolor chegou com muito perigo aos 15. Nikão cruzou na medida para Calleri, que ajeitou o corpo e bateu de primeira, rasteiro, mas a bola passou raspando a trave direita de Cleiton.

Depois, foi a vez da equipe do Interior perder uma grande chance. Aderlan avançou pela direita, Alerrandro fez o corta-luz e Hyoran, que havia acabado de entrar, ficou livre, de frente para Jandrei, mas finalizou à esquerda do gol.

Depois disso, Rogério Ceni mudou o esquema do São Paulo e teve muito sucesso. O treinador sacou o volante Andrés Colorado e colocou o centroavante Éder e chegou ao empate. Aos 25, Welington fez excelente cruzamento para o próprio Éder cabecear com classe, de longe, no contrapé de Cleiton, que apenas olhou a bola morrer no gol - 1 a 1.

O São Paulo aumentou a pressão em busca da vitória e perdeu boa chance com Alisson, aos 26. Aos 39, Éder recebeu ótimo passe de Igor Gomes na direita. O atacante entrou na área e tocou na saída de Cleiton, mas a bola caprichosamente bateu na trave direita e depois a defesa afastou o perigo. Aos 45, mais uma chance desperdiçada pelo Tricolor - Calleri recebeu lançamento em velocidade e tentou encobrir o goleiro, mas a bola passou por cima da meta.

No fim do jogo, uma confusão terminou com a expulsão de Rogério Ceni – o treinador discutiu com o quarto árbitro, levou amarelo, seguiu com a reclamação e recebeu o vermelho. Sem mais chances, a boa partida terminou mesmo em um justo empate por 1 a 1.

Veja Também

 


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895