São Paulo deve atuar com reservas contra o Grêmio por causa da Libertadores
patrocinado por

São Paulo deve atuar com reservas contra o Grêmio por causa da Libertadores

Tricolores se enfrentam neste sábado, pelo Brasileirão

AE

São Paulo deve poupar jogadores diante do Grêmio

publicidade

O São Paulo está colado na zona de rebaixamento e enfrentará o Grêmio, penúltimo colocado, neste sábado, às 21h, no Morumbi, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de ser um confronto direto para escapar das últimas posições, o time deverá entrar em campo com reservas no campeonato nacional, pois a preocupação maior está na Libertadores.

Depois de ficar no 1 a 1 em casa com o Palmeiras no jogo de ida, terça-feira, o empate sem gols na partida de volta garante o rival na semifinal do torneio continental. De olho nessa decisão, o técnico Crespo deve deixar no banco seus principais jogadores diante do Grêmio.

O São Paulo tem tido muitos desfalques por lesão recentemente. Crespo não poderá contar, entre outros, com Luciano, Marquinhos, William e Eder, que estão no departamento médico. A situação mais preocupante no momento é a de Wellington, que deixou o campo na última terça com problema muscular e também não tem data para retorno.

Arboleda, que voltou contra o Palmeiras após se recuperar de contusão, deve ser poupado para não correr o risco de perder o clássico de terça. Quem também ficará fora mais uma vez é o meia Benítez. No banco de reservas nos dois últimos jogos, ele não atuará porque precisa cumprir suspensão. Na partida contra o Athletico-PR, no último sábado, ele foi ser expulso mesmo sendo reserva por ter chutado uma bola no campo. O São Paulo tentou efeito suspensivo, mas foi negado.

Contratado para resolver o problema do meio-campo da equipe, Benítez sempre que joga cumpre as expectativas criadas sobre ele. O problema é que chegou como incógnita por causa de seguidas lesões. No São Paulo, dos 24 jogos que fez, ficou em campo os 90 minutos somente em três.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895