São Paulo e Athletico-PR garantem permanência na Série A do Brasileiro
patrocinado por

São Paulo e Athletico-PR garantem permanência na Série A do Brasileiro

Tricolor complica Juventude e Furacão empata com reservas do Palmeiras

Agência Brasil

São Paulo escapou da degola com vitória sobre o Juventude

publicidade

As torcidas de São Paulo e Athletico-PR, enfim, respiram aliviadas. A vitória do Tricolor sobre o Juventude, por 3 a 1, e o empate sem gols do Furacão com o Palmeiras garantiram, nesta segunda-feira (6), a permanência de paulistas e paranaenses na Série A do Campeonato Brasileiro.

No Morumbi, o triunfo por 3 a 1 sobre o Juventude garantiu a permanência do São Paulo. O Tricolor subiu para 48 pontos, provisoriamente na 12ª posição, abrindo cinco pontos para o Z4, a uma rodada do fim. O Juventude, por enquanto em 16º, pode terminar a rodada na zona de rebaixamento se o Dourado pontuar contra o Fortaleza, em partida que iniciou às 20h (horário de Brasília) desta segunda.

Na Arena da Baixada, em Curitiba, mesmo recheado de meninos do sub-20, o Palmeiras assustou o Athletico-PR. No segundo tempo, o time da casa seguiu em cima e teve várias chances de sair na frente, mas pecou na pontaria. Quando a bola foi em direção ao gol, Vinícius salvou uma cabeçada de Bissoli e o zagueiro Michel evitou - quase na linha - o que seria um golaço do também atacante Nikão.

O empate levou os paranaenses, que ocupam neste momento o 13º lugar, aos 46 pontos, o que os impede de serem alcançados pelas equipes que figuram no Z4. O Palmeiras, com 63 pontos, não perde mais a terceira posição.

A última rodada do Brasileiro será nesta quinta-feira (9), com todos os jogos iniciando às 21h30. O Juventude encara o Corinthians no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS) e tem de ganhar se quiser evitar a queda à Série B. O Palmeiras enfrenta o Ceará na Arena Barueri, na grande São Paulo. O São Paulo visita o América-MG no Independência, em Belo Horizonte, enquanto o Athletico pega o Sport na Arena Pernambuco.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895