Brasil vence o Paraguai por 2 a 0 em Assunção e mantém 100% nas Eliminatórias

Brasil vence o Paraguai por 2 a 0 em Assunção e mantém 100% nas Eliminatórias

Com gols de Neymar e Lucas Paquetá, Seleção abre vantagem na liderança e fica mais perto da Copa do Mundo de 2022

Nicholas Lyra

Brasil venceu o Paraguai por 2 a 0 em Assunção

publicidade

Em meio a um cenário turbulento nos últimos dias, a Seleção Brasileira fez sua parte ao menos dentro de campo. Na noite desta terça-feira, venceu o Paraguai em Assunção por 2 a 0, nas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Com o resultado, o Brasil encerra mais uma rodada de eliminatórias com 100% de aproveitamento e na liderança da competição, cada vez mais perto do mundial. Atualmente, a equipe liderada por Tite tem 18 pontos conquistados em seis jogos disputados. 

Os gols foram marcados um em cada tempo. Logo aos 4 minutos, Neymar anotou e abriu o placar. No último lance do jogo, Lucas Paquetá, que entrou no segundo tempo, deu números finais. 

As próximas rodadas da seletiva para o Mundial acontecem apenas no mês de setembro. Antes disso, o Brasil estreia na Copa América 2021, que está confirmada pela Conmebol. 

Brasil abre vantagem na arrancada

O técnico Tite optou por mandar a campo uma Seleção um pouco modificada em relação aos 11 que venceram o Equador, na sexta-feira, no Beira-Rio. No gol, trocou Alisson por Ederson. No comando de ataque, outra troca. Gabriel Barbosa, que não teve boa atuação, também foi sacado. No lugar dele, Gabriel Jesus, que aproveitou melhor a oportunidade entrando no segundo tempo, em Porto Alegre. 

Na primeira jogada de ataque, o Brasil chegou ao gol. Após lançamento longo para Gabriel Jesus na direita, ele foi para cima da marcação, e Richarlison até tentou bater, no meio da área. Mas, no segundo pau, ela sobrou para Neymar, livre, que empurrou para o gol, fazendo 1 a 0.

O Brasil, armado em um 4-4-2 com boa participação de Gabriel Jesus aberto pela direita e com Firmino cumprindo função tática importante ao lado de Neymar, foi melhor no início da partida. Só foi correr risco aos 24, em boa troca de passes do Paraguai. A bola chegou em Almirón dentro da área, que bateu cruzado e viu ela desviar em Eder Militão e sair para escanteio.

Neymar foi o principal jogador do primeiro tempo. Apareceu muito bem pelo meio, recebendo no ataque e ajudando a distribuir às pontas, alternando também com Richarlison pela esquerda. Aos 38, teve boa chance quando, livre, centralizado, avançou com ela dominada. No entanto, ele prendeu demais e, ao tentar de cavadinha, deixou com o goleiro.

No último lance do jogo, Richarlison até chegou a marcar o segundo gol, em bela enfiada de bola na esquerda. No entanto, o auxiliar viu o atacante em posição irregular, o que foi confirmado pelo árbitro de vídeo. 

Jogo cai de ritmo no segundo tempo 

Para a etapa final, Tite optou por tirar o volante Fred. Mais uma vez, ele não teve boa atuação e foi advertido com cartão amarelo. No lugar dele, entrou Lucas Paquetá, um dos melhores em campo diante do Equador na sexta-feira.

O Brasil seguiu chegando à frente com dois jogadores no comando de ataque. Gabriel Jesus, flutuando mais atrás, conduziu e achou boa enfiada de bola para Neymar. Ele avançou, invadiu a área e bateu cruzado de canhota, e ela passou perto da trave de Antony Silva.

Apesar desse lance isolado, o Brasil tirou o pé do acelerador a partir dos 15 minutos. Assim, o jogo caiu de rendimento, com as transições mais lentas. O Paraguai, que briga no momento por uma vaga na repescagem, demonstrava suas fragilidades com muita dificuldade no último setor do campo, com pouquíssima produção ofensiva. 

Veja Também

Tite sacou um jogador de frente, Firmino, e colocou o volante Douglas Luiz. Com isso, o Paraguai cresceu. Berizzo mexeu no time e o Paraguai, atrás no placar e sem nada a perder, se lançou à frente. Para tentar recuperar o poder ofensivo, o treinador brasileiro sacou Richarlison e Gabriel Jesus e lançou a campo Everton Cebolinha e Gabigol. 

Os jogadores de sangue novo colocados por Tite até produziram uma correria no fim, e conseguiram ampliar. Lucas Paquetá, no último lance, fechou o placar em 2 a 0. Assim, o Brasil confirmou a vitória por 2 a 0 e, com mais este triunfo, manteve a liderança das Eliminatórias, ainda mais perto da Copa do Mundo de 2022, no Catar. 

Eliminatórias da Copa - 6ª rodada

Paraguai 0

Antony Silva; Rojas, Gustavo Gómez, Alderete e Junior Alonso; Gastón Giménez, Cardozo, Villasanti, Arzamendia e Almirón; Ángel Romero. Técnico: Eduardo Berizzo. 

Brasil 2

Ederson; Danilo, Eder Militão, Marquinhos e Alex Sandro; Casemiro, Fred (Lucas Paquetá), Neymar, Firmino e Richarlison; Gabriel Jesus. Técnico: Tite

Gol: Neymar (4/1T) e Lucas Paquetá (48/2T)

Cartões amarelos: Gustavo Gómez (Paraguai); Fred (Brasil)

Arbitragem: Patricio Losteau (ARG)

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (PAR)

Data e hora: 08/06, às 21h30min 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895