CBF monta "Seleção Solidária" para arrecadar recursos para famílias em vulnerabilidade

CBF monta "Seleção Solidária" para arrecadar recursos para famílias em vulnerabilidade

Participantes doaram R$ 2,5 milhões e a confederação dobrou o montante, que chegou a R$ 5 milhões

Agência Brasil

Jogadores da Seleção Brasileira doaram R$ 2,5 milhões e a CBF dobrou o valor para contribuir com as famílias em vulnerabilidade social

publicidade

Ajudar o próximo vem sendo fundamental para superar os desafios impostos pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Vestindo a camisa da solidariedade, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) montou a "Seleção Solidária" com o objetivo de levantar recursos que serão destinados às pessoas impactadas pelo novo coronavírus. O time reúne integrantes da comissão técnica e jogadores recentemente convocados pelo técnico Tite.

A entidade máxima do futebol brasileiro propôs dobrar a quantia de todo o valor arrecadado, e assim foi feito. Os participantes doaram R$ 2,5 milhões e, portanto, o montante total chegou a R$ 5 milhões. O valor vai ajudar 32 mil famílias, que receberão cestas básicas e produtos de higiene. Estima-se os itens sejam suficientes para aproximadamente dois meses. A distribuição dos produtos será realizada pelas organizações Ação da Cidadania, Central Única das Favelas (Cufa) e a Transforma Brasil.

"O futebol está na vida dos brasileiros. Muito importante contribuirmos também nesse momento tão difícil. Esta é uma mobilização conjunta da CBF, dos atletas e da comissão técnica que levará esperança a milhares de famílias", afirmou o presidente da CBF, Rogério Caboclo, em comunicado oficial publicado no site da entidade.

Diferentemente de uma convocação habitual com 23 nomes na lista, desta vez 57 apareceram na "Seleção Solidária": Alex Sandro, Alex Telles, Alisson, Aloísio Rocha, Allan, Arthur, Bruno Baquete, Bruno Guimarães, Bruno Henrique, Casemiro, César Sampaio, Cléber Xavier, Daniel Alves, Danilo, David Neres, Diego Ribas, Douglas Luiz, Éder Militão, Ederson, Everton, Everton Ribeiro, Fábio Mahseredjian, Felipe, Fernandinho, Filipe Luís, Gabriel Barbosa, Gabriel Jesus, Geromel, Guilherme Passos, Hamilton Correia, Juninho Paulista, Lucas Paquetá, Luis Vagner Vivian, Marquinhos, Matheus Bachi, Miranda, Neymar, Pablo, Paulinho, Philippe Coutinho, Renan Lodi, Renato Augusto, Richarlison, Roberto Firmino, Rodrigo Caio, Rodrigo Lasmar, Rodrygo, Rogério Caboclo, Santos, Taffarel, Taison, Tite, Thiago Silva, Thomaz Koerich, Vinícius Rodrigues, Weverton e Willian.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895