capa

Everton evita concorrência com Neymar e diz que pode jogar em diferentes posições do ataque

Jogador do Grêmio se apresentou à Seleção nesta segunda-feira

Por
Correio do Povo

Everton disse que pode fazer diferentes funções do ataque

publicidade

Principal jogador do Grêmio na temporada, Everton foi convocado pelo técnico Tite para os primeiros amistosos do Brasil após a eliminação na Copa do Mundo da Rússia. Tendo Neymar, o principal jogador brasileiro na sua posição, o jogador do Grêmio afirmou em entrevista coletiva nesta segunda-feira, nos EUA, pode jogar em outras funções do ataque na Seleção.

"Penso que a versatilidade é importante. Já joguei por dentro, como falso 9 no Grêmio com o professor Renato, e estou preparado. Estou pronto para o que o professor precisar. Nos dois lados têm jogadores de alto nível e vou procurar aprender com eles", afirmou

O atacante do Grêmio também revelou o conselho que recebeu do técnico Renato Portaluppi antes de se apresentar à Seleção. De acordo com Everton, a dica do treinador foi para ele não tentar fazer nada diferente do que tem feito no Tricolor. "Ele pediu para eu fazer o que tenho feito no meu clube. Disse para não fazer nada diferente que as coisas iriam acontecer e dar certo", declarou Everton, que disse ter evoluído nos últimos meses por ter se dedicar a corrigir pontos fracos em seu jogo.

"Tinha pontos da parte tática que deixava a desejar. No começo deste ano pude ter sequência e minha dedicação deu resultado. Nunca deixei de trabalhar porque sabia que as oportunidades iriam surgir. Felizmente, estou sendo recompensado", afirmou ao falar sobre seu momento.

O Brasil fará dois amistosos nos Estados Unidos. Nesta sexta-feira, encara a seleção norte-americana e no dia 10 enfrenta El Salvador.