capa

Mais maduro, Arthur volta à Arena e persegue primeiro gol pela Seleção

Volante ex-Grêmio será titular nesta quinta-feira, contra o Paraguai

Por
Rafael Peruzzo

Arthur será titular da Seleção Brasileira contra o Paraguai, na Arena

publicidade

Arthur deixou o Grêmio em meados de 2018 para jogar no Barcelona. No Tricolor, foi campeão da Libertadores da América em 2017 e melhor jogador da final naquele ano. A imensa qualidade técnica e a precisão nos passes deixaram o torcedor saudosista. Nesta quinta, o volante retorna à Arena, dessa vez com a camisa da Seleção Brasileira. E em outro patamar no cenário do futebol. 

"Hoje eu me sinto mais maduro, mais calejado como a gente gosta de falar. O jogador tem sempre que procurar a evolução, é isso que venho fazendo. Desde que saí do Grêmio joguei novos campeonatos, Champions League, jogos com a Seleção Brasileira, tudo me deu maturidade", comentou Arthur. 

Depois de ficar de fora da estreia da Seleção Brasileira na Copa América, Arthur retomou a titularidade na segunda partida. E desde então passou a carregar um dado bastante curioso. Ele é o jogador que mais recebeu faltas entre todas as seleções na primeira fase da Copa América. "Fiquei sabendo dessa estatística ontem. Acho que é o estilo mais ríspido da competição, com mais contato físico. Recebi com surpresa, mas desde que não tenha deslealdade, não tem problema", destacou o volante. Com Fernandinho vetado por não apresentar a melhor condição física, ele terá a companhia de Allan no meio-campo diante do Paraguai.

"Estudamos bastante o adversário. Vamos seguir fazendo o que treinamos, passes em profundidade, furando as linhas do adversário", disse Arthur, que não fugiu da resposta quando o assunto foi o gramado da Arena. "Não tem muito o que falar do campo, não adianta pensar no campo e esquecer de jogar, se estiver ruim vai ser para os dois lados. Nosso foco é vencer o jogo e fazer as coisas bem feitas", afirmou.

Arthur ainda persegue o primeiro gol com a camisa da Seleção Brasileira: "O Tite cobra muito, sempre fala que precisa acertar a 'casinha'. Se acontecer de sair o gol na Arena, será inesquecível".