Seleção encara a Argentina para tentar a voltar a vencer em 2019
capa

Seleção encara a Argentina para tentar a voltar a vencer em 2019

Amistoso em Riad, na Arábia Saudita, está marcado para as 14h desta sexta-feira

Por
Correio do Povo

Seleção Brasileira encara a Argentina a partir das 14h desta sexta-feira

publicidade

A Seleção Brasileira entra em campo nesta sexta-feira para o penúltimo amistoso do ano. A partir das 14h (de Brasília), em Riad, na Arábia Saudita, o Brasil faz o maior clássico sul-americano diante da Argentina. Um duelo que sempre chama a atenção pela rivalidade entre as duas seleções. E que torna-se importante à medida em que o time comandado pelo técnico Tite precisa dar uma resposta após a série de quatro jogos sem vencer. 

Os resultados recentes foram decepcionantes, assim como o desempenho da Seleção Brasileira. E nada melhor do que um clássico para amenizar as críticas que a equipe vem sofrendo. “Queremos resultados e não estamos satisfeitos. Mas também sei que é uma etapa, e o resultados de todos os momentos nesta etapa de preparação é o menos importante. Nas Eliminatórias teve resultado? Teve. Na Copa do Mundo? Não. Na Copa América? Teve. Sei das etapas e sei da responsabilidade do técnico da seleção”, disse Tite, ontem, na entrevista de véspera de jogo.

O treinador, por enquanto, não está sob pressão. Porém, se os resultados continuarem não aparecendo nas Eliminatórias para a Copa, que terão início em 2020, os questionamentos a respeito do trabalho vão ganhar corpo. “Agora a equipe está num período de se reinventar, ela e seu técnico, eu me reinventando em cima de novos jogadores. Estamos nos reinventando para uma competição que vem em seguida. Mas dentro de uma ideia”, explica Tite, se referindo às Eliminatórias. 

O treinador apresentou surpresas na lista de convocados para os últimos amistosos do ano. Hoje, contra a Argentina, existe a possibilidade de algum novato ganhar uma oportunidade. A expectativa é pela presença do atacante Rodrygo, pelo menos por alguns minutos em campo. O jogador vem chamando a atenção com gols e boas atuações com a camisa do poderoso Real Madrid, da Espanha.

Na Argentina, a principal novidade é o retorno de Lionel Messi. O atual melhor do mundo causa preocupação no lado brasileiro. “Ele é um jogador diferente, tem qualidades técnicas impressionantes. Mas a gente nunca neutraliza um jogador assim, diminuímos as virtudes”, completou o treinador do Brasil.