Tite elogia Everton e deixa concorrência "em aberto" na posição
capa

Tite elogia Everton e deixa concorrência "em aberto" na posição

Treinador desconversou sobre possibilidade de titularidade do atacante do Grêmio na partida contra o Peru

Por
Correio do Povo

Treinador classificou vaias como "normais" após empate em 0 a 0 contra a Venezuela

publicidade

O técnico Tite falou sobre Everton e deixou "em aberto" a concorrência pela posição para a sequência da Copa América. O atacante do Grêmio entrou no final da partida, no empate em 0 a 0 contra a Venezuela, e foi um dos destaques em um confronto onde a maioria das peças não foram bem.

Questionado sobre a presença de Everton no time titular já para o duelo contra o Peru, o técnico elogiou o jogador do Grêmio, mas não assegurou sua presença, deixando concorrência "em aberto" na posição, de acordo com as palavras do próprio Tite.

Ele citou que, quando David Neres entrou no segundo tempo, deu resposta melhor do que quando começou jogando. Na leitura de Tite, o mesmo vem acontecendo com Everton. "São jogadores jovens, nessas situações a gente vê a importância da manutenção da regularidade. Ficamos com opções, e a concorrência está aberta", declarou. 

Tite falou, ainda, sobre as vaias direcionadas a equipe ainda antes do fim da partida contra a Venezuela. Manifestações foram discretas na saída para o intervalo, mas aumentaram já no fim do segundo tempo e se acentuaram ainda mais após o apito final. O comandante considerou como algo "normal" e disse entender o torcedor, que tem "direito à vaia". 

A Seleção Brasileira volta a campo na Copa América 2019 no próximo sábado, às 16h, na Arena Corinthians, diante do Peru, na última rodada do Grupo A da primeira fase. Uma vitória classifica o Brasil em primeiro lugar para as quartas de final.