Staples Center lotado faz última homenagem para dar adeus a Kobe Bryant
patrocinado por

Staples Center lotado faz última homenagem para dar adeus a Kobe Bryant

Astros como Michael Jordan e Saquille O'Neal fizeram discursos emocionados

Estadão Conteúdo

Michael Jordan não conseguiu conter as lágrimas

publicidade

Milhares de pessoas se reuniram nesta segunda-feira em Los Angeles, no Staples Center, em cerimônia para dizer adeus a Kobe Bryant, astro do Los Angeles Lakers, e sua filha Gianna Bryant, de 13 anos, duas das nove vítimas fatais de um acidente de helicóptero ocorrido em 26 de janeiro, na Califórnia. A esposa de Kobe, Vanessa, agradeceu ao público por estar lá e disse que recebeu muitas demonstrações de amor. Falando sob lágrimas, ela elogiou a devoção do marido para a família. "Deus sabia que eles não poderiam estar nesta Terra um sem o outro. Ele teve que levá-los para casa para tê-los juntos. Querida, cuide da nossa Gigi."

Vanessa Bryant lembrou-se da vida com Gianna e seus três irmãos e depois elogiou o marido. Eles estavam juntos desde 1999. "Ele era o marido mais incrível. Kobe me amava mais do que eu poderia expressar ou colocar em palavras. Eu era fogo. Ele era gelo. Vice-versa às vezes. Ele era meu tudo." A cerimônia começou com a cantora Beyoncé tocando suas músicas "XO" e "Halo". Alicia Keys tocou a "Sonata para piano n.º 14" de Beethoven e Christina Aguilera cantou "Ave Maria". O programa de duas horas foi concluído com a exibição de "Dear Basketball", curta-metragem dirigido e escrito por Glen Keane e Kobe Bryant, que foi premiado com o Oscar.

Estrelas atuais da NBA e lendas da liga estiveram presentes ao adeus, como Jerry West, Phil Jackson, Kareem Abdul Jabbar, Magic Johnson, Bill Russell, Pau Gasol, Stephen Curry, Adam Silver, o comissário da NBA, Michael Jordan, Shaquille O'Neal, Kyrie Irving, James Harden, Russell Westbrook e DeMar DeRozan. Celebridades como Kanye West, Kim Kardashian, Jennifer Lopez e Alex Rodriguez também compareceram.

Jordan elogiou Bryant como "um dos meus queridos amigos. Ele era como um irmãozinho." O'Neal e Bryant juntaram-se no Lakers em 1996 e venceram três campeonatos consecutivos durante oito temporadas tumultuadas. Embora o relacionamento deles tenha sido publicamente difícil, Shaq disse que os dois eram amigos, comparando a dinâmica deles a John Lennon e Paul McCartney. "Kobe e eu nos pressionamos para jogar o melhor basquete de todos os tempos", disse O'Neal.

Estrelas do basquete feminino, Diana Taurasi e Sabrina Ionescu também discursaram. "Se eu representava o presente do jogo feminino, Gigi representava o futuro. Kobe sabia disso", afirmou Ionescu.

O ginásio se tornou um mar de pessoas vestidas de roxo e amarelo, as cores dos Lakers, e outras de preto. Nos telões, a vida familiar de Bryant desfilou através das imagens: Vanessa e Kobe, Kobe e Gianna, toda a família junta, Gianna na quadra, fotografias de Gianna quando ela era um bebê com seu pai. O dinheiro obtido com a venda dos ingressos será doado à Fundação Mamba e ao Mambacita Sports, que apoia programas esportivos para jovens em comunidades carentes e oferece clínicas esportivas para meninas.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895