Startup cria app para apoiar comerciantes

Startup cria app para apoiar comerciantes

Aplicativo permite que os consumidores visualizem uma vitrine digital da loja

Por
Correio do Povo

Empresa tem como público alvo pequenos e médios varejos


publicidade

Um aplicativo que permite que os consumidores visualizem uma vitrine digital da loja, e façam pedidos diretamente pelo celular, pagamento da compra e agendamento de retirada e entrega de produtos. Esse é o produto oferecido pela BIPP, startup que surgiu da união de empresas com expertise em tecnologia, inovação e comunicação com o objetivo de criar uma ferramenta de vendas online com recursos para apoiar o comerciante estrategicamente. Conforme a CEO da BIPP Angela Ramalho, que tem como sócias Brenda Baratieri e Luísa Rech de Lucena, o aplicativo customizado com a identidade de marca de cada loja, contratado por assinatura, é entregue em até 15 dias, e permite ao comerciante administrar seu app por meio de um painel de gerenciamento preparado para um grande número de segmentos.

A BIPP tem como público pequenos e médios varejos, que realizem vendas recorrentes, como mini-mercados, fruteiras, armazéns especializados, padarias, restaurantes, farmácias, distribuidoras de água e gás, pet shops, agropecuárias, lojas de produtos de higiene, beleza e limpeza. Desde o março até o momento, o crescimento do negócio é acima dos três dígitos com clientes no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, entre outros estados. 

“Em virtude da COVID-19, nossa prioridade tornou-se oferecer a plataforma mais completa possível para a exibição de produtos, realização de vendas e comunicação do comerciante com o cliente, amenizando os efeitos da crise causada pela disseminação da doença”, diz Angela.

***

A empresa: A BIPP surgiu da união de empresas com expertise em tecnologia, inovação e comunicação para criar uma ferramenta de vendas online com recursos para apoiar o comerciante estrategicamente.

Mercado: Pequenos e médios varejos, que realizem vendas recorrentes, como mini-mercados, fruteiras, padarias, restaurantes, farmácias, distribuidoras de água e gás, pet shops, agropecuárias, lojas de produtos de higiene, beleza e limpeza.

Produto/serviço: O aplicativo possibilita que os pequenos e médios varejos, mantenham a atividade comercial, sem depender da abertura do ponto físico, com uma ferramenta própria para vendas online.

Números: Desde antes de 31 de março deste ano até julho, o crescimento supera os 2000% de conversões. Atende cientes no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Fortaleza, entre outros estados. Em breve teremos que expandir a equipe para atender à demanda.

Relação com universidades: A empresa não tem relação com a academia, mas somos mentorados e investidos por empresas de comunicação, negócios, plataformas digitais e inovação, tais como a Safeweb.

Metas: Em virtude da COVID-19, a prioridade tornou-se oferecer a plataforma mais completa possível para a exibição de produtos, realização de vendas e comunicação do comerciante com o cliente, amenizando os efeitos da crise causada pela disseminação da doença.

Sustentabilidade: A empresa contribui  com a participação dos pequenos empreendedores na economia para criar um ambiente mais colaborativo e sustentável, descentralizando a demanda das grandes marcas e dando vez a elos menores da cadeia econômica.