Universidade e empresa, a equação do futuro

Universidade e empresa, a equação do futuro

Incubadora Inovates atua voltada a tecnologias ligadas a alimentos, ambiente, saúde e bem estar, informação e automação

Por
Correio do Povo

Simone Stulp dirige a Inovates, centro de inovação no Vale do Taquari


publicidade

Modelo amplamente utilizado nas principais economias desenvolvidas do planeta, a relação entre universidade e empresa se expande no Brasil. Praticamente todas as regiões do Estado possuem espaços institucionais onde a ciência e a inovação abordam os desafios das empresas. Os mais conhecidos são os parques tecnológicos TecnoPUC, em Porto Alegre, TecnoSinos, em São Leopoldo, e Feevale TechPark, em Novo Hamburgo. Porém, existe hoje, no RS, cerca de 16 parques que empregam 10 mil profissionais pertencentes a 300 empresas.  Um desses centros de inovação está localizado no Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates), mais especificamente na incubadora Inovates, que atua voltada a tecnologias ligadas a alimentos, ambiente, saúde e bem estar, informação e automação.

Dirigido por Simone Stulp, o ambiente de inovação está voltado à região, abrangendo cidades como Santa Cruz, Lajeado, Teutônia, Rio Pardo e Estrela.  O objetivo é a busca por promover a conexão entre empresas e universidades para dinamizar produtos, processos e serviços dos negócios  integrados. “Criar ambientes para essa aproximação por meio de projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação é a missão do Inovates”, comenta Simone. Há mais de 15 anos, a Inovates funciona como uma incubadora de base tecnológica, e, há seis anos foi estruturado o parque tecnológico. O sistema regional de inovação também atua para disseminar a iniciativa local Promove Lajeado.