CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 20 DE MAIO DE 2004

Adílson se desculpa junto ao torcedor




28ADILSO.jpg Goleiro Tavarelli se complicou em alguns lances


A desclassificação do Grêmio na Copa do Brasil é de responsabilidade de Adílson Batista. A afirmação foi feita pelo técnico ontem, ao final do jogo. Ele iniciou a entrevista coletiva pedindo desculpas ao torcedor gremista pelo fracasso na competição. 'A responsabilidade é toda do treinador. Essa é a nossa cultura', afirmou.

O técnico considera que a desclassificação se deu em Porto Alegre, quando o Grêmio perdeu a primeira partida contra o Flamengo por 1 a 0. Adílson ressaltou que sabia das dificuldades em reverter o quadro, já que o time carioca conta com jogadores de Seleção. Ele assegurou ainda não estar preocupado com as conseqüências que um insucesso frente ao Paysandu, teria no seu futuro no clube .

Adílson explicou que retirou Marcelinho de campo no segundo tempo também em função da convocação do atacante para a seleção sub-20, no dia anterior. 'Jogador convocado a gente sabe, é natural que fique com a cabeça na seleção', disse.

A incapacidade do Grêmio para ter sucesso sobre a defesa do Flamengo foi admitida pelos jogadores ao final do jogo. O lateral Michel elogiou a capacidade de marcação do adversário, enquanto o centroavante Christian apenas resignou-se que o trabalho agora será voltado para o Campeonato Brasileiro, no qual ocupa o 15O lugar.

Para o volante Cocito, a postura do Flamengo merece elogios. 'Eles jogaram com inteligência. Não tem mais essa de que o futebol carioca não marca. Hoje em dia, são os jogadores e o técnico que fazem um time', disse.



Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil