Agência Espacial Europeia coloca em marcha missão para Vênus

Agência Espacial Europeia coloca em marcha missão para Vênus

Sonda EnVision embarcará uma série de instrumentos que oferecerão uma visão global do planeta, de seu núcleo interno à alta atmosfera

AFP

publicidade

A Agência Espacial Europeia (ESA) selecionou, nesta quinta-feira, a sonda EnVision para uma missão a Vênus programada para 2030, a fim de entender como esse planeta se tornou um inferno tóxico inabitável. A decisão vem uma semana depois que a NASA anunciou duas novas missões para Vênus, Davinci+ e Veritas, entre 2028 e 2030.

A sonda EnVision, que competia com outro projeto chamado Theseus, foi finalmente selecionada pelo comitê do programa científico da ESA por sua tecnologia "revolucionária", explicou a agência (22 Estados-membros) em um comunicado. O orbitador embarcará uma série de instrumentos europeus que oferecerão "uma visão global do planeta, de seu núcleo interno à alta atmosfera, a fim de determinar como e por que Vênus e a Terra evoluíram de forma tão diferente".

Veja Também

Embora Vênus tenha aproximadamente o mesmo tamanho e composição da Terra, sofreu mudanças climáticas dramáticas, evoluindo "em uma atmosfera tóxica e envolta em densas nuvens ricas em ácido sulfúrico", explicou a ESA.

A oportunidade de lançamento mais próxima para EnVision é 2031, e outras opções são possíveis em 2032 e 2033.

Após a decolagem, EnVision levará cerca de 15 meses para chegar ao seu destino e outros 16 meses para chegar à sua órbita elíptica final, na qual irá oscilar entre 220 e 540 km do planeta.

Os espectrômetros a bordo irão monitorar os gases na atmosfera e analisar a composição da superfície, "procurando por quaisquer mudanças relacionadas a sinais de vulcanismo ativo". Um radar fornecido pela NASA enviará imagens e mapas da superfície.

Um instrumento também permitirá sondar a estrutura interna do planeta e seu campo gravitacional. A missão anterior da ESA, Venus Express (2005-2014), centrou-se principalmente na investigação atmosférica.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895