Apple lança iPhone 11 Pro com câmera tripla e sistema ultra-veloz
capa

Apple lança iPhone 11 Pro com câmera tripla e sistema ultra-veloz

Aparelho tem três tipos de lente e chip A13 Bionic, apresentado como “a CPU mais rápida dentro de um smartphone"

Por
Correio do Povo

Versão Pro chegará à lojas em quatro cores

publicidade

Em seu tradicional evento anual nos Estados Unidos, a Apple apresentou os novos modelos de iPhone que serão comercializados a partir de 20 de setembro – a pré-venda se inicia nesta sexta, pelo site. O iPhone 11 é o sucessor do XR e terá preço inicial de 699 dólares. O aparelho tem tela Liquid Retina de 6.1 polegadas, além de duas câmeras de 12 megapixels: uma wide e outra ultra-wide, que permite um ângulo de abertura maior. O sistema aprimora o modo retrato no telefone, adicionando profundidade de campo estereoscópica.

Já os iPhones 11 Pro e 11 Pro Max, celulares superpotentes com três lentes, nos tamanhos, 5,8" e 6,5", respectivamente. O preço inicial é de 999 dólares. Além daquelas da versão de entrada, a novidade é uma teleobjetiva (lente telefoto), uma estrutura de uma objetiva fotográfica de grande distância focal de 12 MP. Ele possuem uma "incrível nova tela", mais brilhante e colorida do que nunca. Por isso, foi renomeada, de Super Retina para Super Retina XDR.

O iPhone 11 Pro terá quatro horas a mais de duração que o iPhone XS, enquanto o Pro Max cinco horas a mais que o iPhone XS Max. Os dois novos modelos terão ainda "tecnologia Deep Fusion", que funcionará no modo noturno e trabalhará "pixel por pixel otimizando detalhes e baixo ruído". Isso significa que ele fará uma análise de fotos tiradas em sequência – com o botão de disparo pressionado em modo contínuo – para misturar elementos delas e obter a melhor imagem.

Nos três modelos, a câmera da frente também terá modo retrato e permitirá gravação em 4K, em 30 quadros por segundos e slow motion. Também haverá o recurso "modo noturno" na captura de imagens, que usará exposições longas e inteligentes para obter alta clareza com pouca luz, sem desfoque. As lentes grande angular ajudarão lá: em geral, quanto menor a distância focal, mais luz poderá chegar ao sensor.

Há ainda mudanças no sistema: todos eles terão um chip A13 Bionic, apresentado pela empresa como “a CPU mais rápida dentro de um smartphone” e também possuem “a unidade de processamento gráfico mais rápida dentro de um smartphone”. O iPhone 11 estará disponível em seis cores. Já os iPhones 11 Pro e 11 Pro Max serão vendidos nas versões "verde meia-noite", "cinza espacial" "prateado" e "dourado".