Chipre pode servir como campo de testes para missão em Marte

Chipre pode servir como campo de testes para missão em Marte

Paleontólogos e geólogos chegaram ao Chipre no início do mês para testar o equipamento nas montanhas Troodos

AFP

Objetivo do projeto é determinar a idade das rochas de Marte

publicidade

Especialistas internacionais e do Chipre discutiram nesta sexta-feira um projeto de pesquisa para testar equipamentos espaciais na ilha do Mediterrâneo antes de enviá-los a Marte, onde buscarão determinar a idade de suas rochas, informaram as autoridades. Paleontólogos e geólogos chegaram ao Chipre no início do mês para testar o equipamento nas montanhas Troodos, que as autoridades dizem ter semelhanças geológicas com o planeta vermelho.

Uma primeira reunião do projeto, financiado pela Comissão Europeia, foi realizada nesta sexta entre a Organização de Exploração Espacial do Chipre (CSEO) e o Departamento de Estudos Geológicos. "No encontro, foram discutidos os objetivos do programa espacial internacional, as necessidades geológicas e a localização mais adequada para o projeto", disse o Departamento de Estudos Geológicos do governo.

Veja Também

O projeto de análise de rochas "é muito inovador porque não há medições precisas de idade das rochas em Marte de missões anteriores", acrescentou ele em nota. Além disso, observa ele, "a geologia das montanhas Troodos tem muito em comum com as rochas de Marte".

A CSEO está participando de um grande projeto de pesquisa internacional sobre Marte, em colaboração com três outros países europeus e os Estados Unidos. O projeto espacial "destaca mais uma vez a singularidade da geologia de nosso país, que pode ajudar a preparar missões espaciais", comemorou seu diretor, George Danos. "Por meio dessa cooperação, criaremos novos empregos para cientistas em nosso país e novos projetos de pesquisa em colaboração com agências espaciais internacionais", completou.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895