Empresas podem analisar e-mails para evitar fraudes financeiras
capa

Empresas podem analisar e-mails para evitar fraudes financeiras

Por
Tiago Medina

Lívia Soares citou a quantidade de informações que estão relacionadas aos e-mails


publicidade

Fraudes online estão cada vez mais presentes no cotidiano e tendem a crescer em períodos como o final do ano, quando ocorrem a Black Friday e, mais tarde, o Natal. Uma das maneiras de tentar evitar com que fraudes se concretizem é a análise de dados, que pode começar no e-mail cadastrado para uma compra. 

Diretora de Vendas da Emailage – uma empresa que, com suas ferramentas, conseguiu evitar fraudes milionárias no setor – Lívia Soares explicou o trabalho que é feito para evitar que golpes sejam aplicados no comércio pela internet. A empresa divulgou que ajudou a prevenir a perda de US$ 2,8 bilhões em fraudas apenas no Brasil, ao longo do primeiro semestre do ano passado.

Lívia indicou que empresas necessitam estar atentas a possibilidades de novos golpes, porém devem tentar não prejudicar a navegação do cliente. “Uma empresa precisa garantir que o fluxo de prevenção à fraude esteja bem estruturado para o negócio daquela companhia. Um sistema de prevenção em camadas, que não afeta a experiência e a usabilidade do cliente é um ponto bem positivo pra se eliminar fraudadores logo de cara e entergar uma melhor experiência aos seus clientes bons”.

Fundada por dois brasileiros nos Estados Unidos, a Emailage possui escritórios e faz análises em 150 países a partir das transações. Nesse período, 20 milhões de e-mails de fraudadores foram compartilhados na rede da empresa, evitando danos financeiros. 


De acordo com Lívia, cada e-mail cadastrado carrega uma série de informações, que podem ser úteis na hora de definir ou não um crédito a partir do correio eletrônico. “Há uma análise dentro da ferramenta e devolvemos dizendo se ele pertence à pessoa, se tem redes sociais atreladas, desde quando circula na internet”, citou. “As variáveis têm pesos diferentes, tanto positivas quanto negativas. Quanto mais tempo de vida ele tem, mais informações ele carrega.”