Funcionários dos EUA advertem para riscos do aplicativo chinês TikTok
capa

Funcionários dos EUA advertem para riscos do aplicativo chinês TikTok

Legislador propôs um projeto de lei para proibir instalação nos dispositivos operados pelo governo

Por
AFP

Legislador propôs um projeto de lei para proibir instalação nos dispositivos operados pelo governo


publicidade

Funcionários dos Estados Unidos pediram atenção aos potenciais riscos de segurança do TikTok e um legislador lançou um projeto de lei para proibir a instalação deste aplicativo chinês de vídeos nos dispositivos operados pelo governo. Em audiência no Senado, funcionários do FBI e dos departamentos de Justiça e Segurança Doméstica disseram que os serviços de Inteligência chineses poderiam explorar o aplicativo.

O senador Josh Hawley, que convocou a audiência, anunciou o lançamento de um projeto de lei para proibir a instalação do TikTok em todos os aparelhos do governo, ao qualificar o aplicativo de um "importante risco de segurança de segurança para o público americano". Estima-se que o TikTok, muito popular entre adolescentes, foi o aplicativo mais baixado em nível mundial no ano passado, mas funcionários dos Estados Unidos expressaram preocupação com seus vínculos com o governo de Pequim.

"O TikTok é um exemplo de aplicativo sobre o qual o cidadão médio não entende as implicações do que há por trás", disse em uma apresentação por escrito à audiência Clyde Wallace, da divisão do FBI dedicada a crimes cibernéticos. "Basicamente está controlada por um ator com apoio estatal". Ele acrescentou que os aplicativos das redes sociais chinesas podem coletar dados pessoais, incluindo medidas corporais e faciais, listas de contatos, localização e detalhes de contas bancárias e cartões de crédito.

"A China tem programas impressionantes de coleta de dados, assim como o desenvolvimento de inteligência artificial e análise se dados para propósitos que não conhecemos de todo (...) E isso deveria nos preocupar enormemente", disse Bryan Ware, um funcionário de cibersegurança do Departamento de Segurança Doméstica. "Não deve haver nenhum lugar para aplicativos como o TikTok em aparelhos ou redes de governo", acrescentou.


A TikTok informou que suas operações não são influenciadas pelas autoridades chinesas.