Sob investigação, Facebook adia lançamento de app de encontros na Europa

Sob investigação, Facebook adia lançamento de app de encontros na Europa

Autoridades da Irlanda apuram tratamento dos dados de usuários da rede social

Por
AFP

Facebook adiou lançamento de app de encontros na Europa


publicidade

O gigante americano de Internet Facebook decidiu adiar o lançamento na Europa de seu novo aplicativo de encontros, depois que as autoridades irlandesas, país onde fica sua sede europeia, abriram uma investigação sobre o tratamento dos dados de usuários. "É muito importante que façamos bem o lançamento do Facebook Dating, de modo que estamos levando um pouco mais de tempo para ter certeza de que o produto estará pronto para o mercado europeu", afirmou um porta-voz, depois que a Comissão de Proteção de Dados Irlandesa (IDPC) anunciou ter revistado seus escritórios em Dublin e apreendido documentação. 

Como a empresa tem sua sede europeia neste país, cabe ao regulador irlandês vigiar o cumprimento do Regulamento Geral europeu sobre a Proteção de Dados (RGPD) estabelecido pela UE em maio de 2018 e que prevê multas de até 20 milhões de euros, ou 4% do faturamento mundial. A Irlanda, país onde está instalada a maioria dos gigantes tecnológicos americanos, já havia empreendido na semana passada investigações sobre o Google, devido ao tratamento da geolocalização de seus usuários, e sobre o aplicativo de encontros Tinder, pelo tratamento de dados pessoais. 


O Facebook Dating, uma função da rede social que foi progressivamente disseminada em 2019 no continente americano e no Sudeste Asiático, seria lançado na Europa no "início de 2020", havia anunciado seu responsável Nathan Sharp em um blog em setembro. Não se sabe ainda por quanto tempo o lançamento será adiado por conta da investigação na Irlanda. "Trabalhamos de forma consciente para criar fortes salvaguardas da privacidade e completar a avaliação sobre o impacto do processamento de dados antes do lançamento proposto na Europa", afirmou o porta-voz do Facebook, assegurando ter compartilhado esta informação "com a IDPC, quando solicitado".