Sociedade de Engenharia debate a importância do 5G

Sociedade de Engenharia debate a importância do 5G

A avaliação foi feita pelo secretário municipal de Inovação, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho

Claudio Isaías

Foi discutido a adoção da tecnologia, que vai exigir a atualizações nas cidades

publicidade

A melhor definição da rede 5G em termos técnicos é que ela representa uma evolução para a sociedade. Porém, em termos de uso ela vai representar uma revolução. A avaliação foi feita pelo secretário municipal de Inovação, Luiz Carlos Pinto da Silva Filho, que nesta terça-feira participou por videoconferência do debate “A Importância do 5G em um Mundo Sempre Novo”. 

A iniciativa foi realizada pela Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul (Sergs). Conforme Luiz Carlos, as pessoas poderão ter mais velocidade e muito menos latência (período de resposta) o que vai permitir desenvolver atividades muito mais interessantes em termos de internet das coisas e de veículos autônomos. 

No entanto, o secretário de Inovação afirmou que para que isso aconteça é preciso mudar a disposição das antenas na cidade. "O 5G precisa de antenas mais próximas umas das outras para que se tenha uma boa cobertura do sinal", destacou. Segundo ele, a lógica de poder licenciar antenas mais rápido é vital para que a cidade tenha essa cobertura.    

O secretário de Inovação ressaltou que é necessário estimular as empresas para que desenvolvam aplicativos de 5 G. "Temos que estimular novos desenvolvimento que possam fazer uso dessa capacidade brutal de transmissão de dados vai ser vital", acrescentou. 

De acordo com Luiz Carlos, a secretaria de Inovação e empresas parceiras vão estimular que as pessoas desenvolvam novos aplicativos que provavelmente vão revolucionar  a vida das pessoas. Segundo o secretário,  o uso de dados e vídeos, de reconhecimento facial, downloads instantâneos e ambientes imersivos ficarão mais viáveis com a rede 5G. 

Veja Também

Já o engenheiro de Rádio Frequências na Huawei, Marcos Trindade Cardoso, destacou que a rede 5G estará disponível para facilitar a vida dos usuários, que passarão a ter acesso a uma internet mais veloz para fazer downloads e uploads de arquivos, além de possuir uma cobertura mais ampla e conexões mais estáveis em todo o lugar. Segundo ele, a nova tecnologia trará inúmeros benefícios bastante perceptíveis. 

O debate organizado pela Sergs teve o objetivo de discutir a adoção da tecnologia 5G o que vai exigir a atualização da infraestrutura dos municípios, incluindo a instalação de grande número de antenas, e algumas prefeituras precisarão alterar suas legislações nesta área. O evento contou com as presenças do superintendente de Assuntos Municipais da Famurs, Marcos Rogério dos Santos, do gerente regional da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) no Rio Grande do Sul, Stevan Grubisic, e do engenheiro eletricista especialista em Sistemas de Telecomunicações, Edgar Bortolini. 

A tecnologia 5G é o grande investimento da indústria de telecomunicações na transmissão de dados de internet por celular. A promessa é de uma velocidade muito maior, conexões mais estáveis e a possibilidade de mais acessos simultâneos sem perda da qualidade. Com a utilização de faixas de radiofrequência, a ideia é aumentar a estrutura da banda larga fixa que vai permitir melhor conexão de internet em estradas, pequenas cidades e locais de pouco interesse comercial. Os benefícios iriam além do celular: carros, eletrodomésticos e câmeras de segurança com acesso à internet poderiam ser conectados mais facilmente.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895