Zuckerberg diz que não pensa em renunciar
capa

Zuckerberg diz que não pensa em renunciar

Por

Inter buscará reação em sequência de jogos no Beira-Rio

publicidade

Foto: Alain Jocard / AFP / CP


O CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, afirmou que não pensa em renunciar ao cargo, apesar dos problemas sofridos pela rede social nos últimos meses.

"Este não é o plano", afirmou Zuckerberg em uma entrevista para a CNN Business ao ser questionado se deixaria o comando da empresa.

O executivo também defendeu a número 2 da rede social, Sheryl Sandberg, muito criticada por sua gestão das crises que afetaram o gigante da internet. "Sheryl é uma parte realmente importante desta empresa e está liderando muitos esforços em muitas das grandes questões que temos", disse.

Nos últimos meses o Facebook foi acusado de não ter impedido a interferência russa através de sua plataforma durante as eleições americanas de 2016. Também se viu envolvido no caso Cambridge Analytica, no qual os dados do usuário da rede social foram utilizados para ajudar o então candidato Donald Trump. Além disso, uma falha de segurança expôs os dados privados de milhões de usuários.

O jornal New York Times informou esta semana que o Facebook não revelou tudo o que sabia sobre a interferência russa e que contratou uma empresa de comunicação para divulgar informações negativas sobre outras companhias do Silicon Valley para desviar a atenção.

"Muitas coisas que estavam neste artigo, nós falamos antes com os repórteres e afirmamos a eles que de tudo o que vimos, aquilo não era verdade e eles escolheram publicar mesmo assim", declarou Zuckerberg.

 

Fonte: AFP