Aglomerações impactam o número de casos de Covid-19 em Santo Ângelo

Aglomerações impactam o número de casos de Covid-19 em Santo Ângelo

No final de semana a cidade registrou o quarto óbito pelo novo coronavírus

Felipe Dorneles

publicidade

O número de casos do novo coronavírus em Santo Ângelo, nas Missões, saltou de quatro para 64 em um mês. O aumento, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, deve-se a dois eventos específicos, que foram responsáveis por um terço do total de registros da cidade. O titular da pasta, Luis Carlos Cavalheiro, revela que a primeira contaminação em grupo ocorreu em um culto em uma igreja pequena. “Foram 18 pessoas contaminadas, o que também acabou resultando em um óbito”. O outro caso foi em um evento familiar, resultando em seis infectados.

Cavalheiro ressalta a importância dos cuidados e alerta sobre como um evento coletivo pode impactar no cenário da Covid-19 de uma cidade. “A contaminação coletiva traz mais riscos a população e ocasiona o caos no sistema de saúde”. Outro fator para o aumento dos casos é a testagem, que ocorre também a partir de testes rápidos adquiridos pela pasta e por hospitais locais. O secretário destaca que, apesar do aumento, o sistema de saúde está controlado, com seis pessoas internadas, duas delas em Unidade de Tratamento Intensivo (UTI).

No final de semana, a cidade registrou o quarto óbito pelo novo coronavírus: um homem de 72 anos, que estava internado no Hospital Santo Ângelo desde 16 de maio. A secretaria de saúde disponibiliza o serviço de informações e atendimento via Plantão Covid-19, durante 24 horas, pelo WhatsApp (55) 99714-4220 ou (55) 99709-9904.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895