Air Liquide se pronuncia após ser citada em relatório da CPI do Hospital de Campo Bom

Air Liquide se pronuncia após ser citada em relatório da CPI do Hospital de Campo Bom

Investigação apurou falta de abastecimento de oxigênio líquido por parte da empresa

Stephany Sander

publicidade

Apontada no relatório da sindicância realizada pela direção do Hospital Lauro Reus de Campo Bom, como a responsável pela falha no sistema de distribuição de oxigênio, que ocasionou a morte de seis pacientes no dia 19 de março, a empresa Air Liquide se manifestou na manhã desta quarta-feira.

Segundo nota oficial, a empresa afirma ter sido acionada pelo Hospital Lauro Reus para fornecer suporte técnico e auxiliar na ativação do sistema de backup de oxigênio naquela manhã, oferecendo prontamente suporte remoto para a equipe de manutenção que estava no hospital para iniciarem com sucesso o sistema backup. Além disso, a Air Liquide diz ter fornecido ao hospital novos cilindros de oxigênio para complementar os reservas, que já estavam cheios e em operação quando foram contatados.

A Air Liquide reforça que continua colaborando com o governo local, autoridades da saúde e com as investigações em questão.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895