Apesar da bandeira laranja, toque de recolher é mantido em Três Passos

Apesar da bandeira laranja, toque de recolher é mantido em Três Passos

Medida proíbe a circulação de pessoas nas ruas das 23h às 5h

Por
Agostinho Piovesan

Mesmo na bandeira laranja a fiscalização é intensificada na cidade


publicidade

Diante da necessidade de ampliar as medidas administrativas visando a redução da velocidade de transmissão da Covid-19, em função do grande fluxo de pessoas nas ruas, a Administração Municipal de Três Passos decidiu manter o toque de recolher na cidade do Noroeste do Estado. Implantada no dia 10 do mês passado, a medida proíbe a circulação de pessoas nas ruas das 23h às 5h.

Segundo o prefeito José Carlos Amaral, o toque de recolher ainda é necessário, pois está havendo um aumento do número de pessoas circulando e também continua crescendo o número de pessoas infectadas pelo Covid-19. “Durante o toque de recolher, as pessoas deverão permanecer em suas residências. É proibida a circulação em logradouros da cidade, bem como a realização de visitas e reuniões de qualquer natureza”, observa.

Amaral disse que não serão penalizadas as pessoas que necessitam circular nas ruas para acessar ou prestar serviços na área da saúde, segurança, serviços públicos e serviços essenciais, assim como àqueles que tenham em tal período a necessidade de deslocamento para fins de trabalho ou retorno deste ao domicílio. Da mesma forma os serviços de segurança privada e os plantões em serviços essenciais, não estão sujeitos ao toque de recolher. No entanto, a pessoa que se enquadrar nas exceções previstas deverá estar portando documento que comprove a condição, podendo ser utilizado o termo de declaração laboral.

A Administração Municipal informou que a fiscalização quanto ao toque de recolher, assim como o uso de máscara, as questões sanitárias e eventuais aglomerações serão combatidas pela Brigada Militar e fiscais do município e agentes civis.


Três Passos registra 807 casos confirmados e 758 recuperados. São nove óbitos até esta quarta-feira. Quarenta pacientes aguardam o resultado do exame.