Banco de Alimentos pede doações de arroz, farinha de milho e leite

Banco de Alimentos pede doações de arroz, farinha de milho e leite

Instituição de Caxias do Sul tem atendido cerca de dez mil famílias por mês

Celso Sgorla

Manter o volume de donativos tem sido um grande desafio para a equipe do Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos de Caxias do Sul está precisando de doações de arroz, farinha de milho e leite. Desde o início da Campanha Caxias do Amor, em março, houve queda expressiva nas doações de alimentos e itens de higiene, o que dificulta o atendimento à comunidade. O Banco de Alimentos, em parceria com a Fundação de Assistência Social (FAS), tem atendido cerca de dez mil famílias por mês, entre fornecimento de cestas básicas e refeições.

Manter o volume de donativos tem sido um grande desafio para a equipe do Banco de Alimentos. “A pandemia não dá trégua e a campanha vem se alongando. Porém, as necessidades continuam e cada vez maiores”, destaca a diretora de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), Cristina Fabian Gregoletto.

Além do fornecimento de cestas básicas em parceria com a FAS, o Banco de Alimentos também fornece refeições e itens para 38 entidades como casas lares, cozinhas comunitárias, lares de idosos, albergue, associações de recicladores e comunidades terapêuticas.

As doações podem ser feitas nos supermercados, farmácias e postos de gasolina identificados com caixas e cartazes da campanha. O Banco de Alimentos não solicita mantimentos de casa em casa nem valores em dinheiro vivo para campanhas.


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895