Câmara de Uruguaiana aprova PL que denomina o Centro de Referência em Atendimento à Mulher

Câmara de Uruguaiana aprova PL que denomina o Centro de Referência em Atendimento à Mulher

O CRAM iniciou as atividades de atendimento às vítimas de violência doméstica no dia 5 de junho deste ano

Fred Marcovici

Tenente Cleuza de Fátima Alves Serafim será a homenageada

publicidade

A Câmara de Uruguaiana aprovou Projeto de Lei que denomina tenente Cleuza de Fátima Alves Serafim o Centro de Referência em Atendimento à Mulher (CRAM). A proposição foi aprovada por unanimidade pelos legisladores. “Homenageamos com esse PL uma mulher líder e de disponibilidade incansável. É preciso reconhecer o valor e dedicação na Polícia Militar”, considerou a vereadora Zulma Ancinello. Cleuza serviu em Porto Alegre e em Uruguaiana foi a primeira mulher na unidade. Destacou-se por seu trabalho com recebimento das condecorações de Medalha Policial Militar (Bronze –10 anos) e Medalha Policial Militar (Prata -20 anos).

O CRAM iniciou as atividades de atendimento às vítimas de violência doméstica no dia 5 de junho deste ano. No espaço, presta-se acolhida, acompanhamento psicológico e social, além de orientação jurídica às mulheres em situação de violência. A coordenadora do CRAM, Janete Paré, destacou a importância da instituição para a rede de proteção às mulheres em situação de violência. “Com atendimento humanizado e escuta qualificada, viabilizamos o rompimento do ciclo de violência e abrimos um leque de possibilidades e conhecimento dos direitos da mulher”, destacou.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895