Campo Bom tem saldo positivo de empregos no primeiro quadrimestre do ano

Campo Bom tem saldo positivo de empregos no primeiro quadrimestre do ano

O maior número de empregados do período está na faixa etária entre 18 e 24 anos

Stephany Sander

O setor que se destacou pelo número de contratações foi o da Indústria

publicidade

Mesmo em meio à terceira onda da pandemia do coronavírus, a cidade de Campo Bom teve saldo positivo de empregos nos primeiros meses deste ano. A cidade obteve o melhor desempenho trimestral dos últimos 19 anos com um total de 1.071 novos postos de trabalho. "Foram 212 admissões somente em março", afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Henrique Scholz. O setor que se destacou pelo número de contratações foi o da Indústria, que em fevereiro teve saldo positivo de 128 novos postos de trabalho, o que representa cerca de 60% do saldo positivo de empregos gerados no mês.

Além disso, o maior número de empregados do período está na faixa etária entre 18 e 24 anos e possui Ensino Médio completo. Os dados são disponibilizados mensalmente pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que calcula o saldo considerando a diferença entre as admissões e os desligamentos.

O prefeito Luciano Orsi aponta que o município trabalha em ações para fomentar os negócios locais, atrair investidores, qualificar empreendedores e combater a burocracia, mas que o mérito desse resultado não pode ser tirado dos empresários. Um exemplo disso é o Programa de Recuperação Fiscal (Refis) destinado à regularização e recuperação de créditos. Já aprovada pela Câmara de Vereadores, a lei sancionada na última semana pelo prefeito Luciano Orsi, concede benefício, com redução de 100% do valor das penalidades moratórias de juros e multa, para quaisquer débitos tributários e não tributários decorrentes de obrigações de pessoas físicas e jurídicas, relativos a impostos, taxas diversas, contribuição de melhoria, penalidades ocorridas até 31 de dezembro de 2020. Os débitos poderão ser pagos até 30 de julho de 2021, em parcela única.

O Refis será administrado pela Secretaria Municipal de Finanças e alcançará, inclusive, débitos decorrentes do Simples Nacional os quais já estejam lançados no Cadastro Financeiro do município, obedecendo às mesmas regras do Código Tributário Municipal de acordo com o convênio celebrado com a União. O Programa abrangerá também as dívidas dos programas habitacionais o qual será administrado, nestes casos, pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Habitação.

Para ingressar no Refis, o contribuinte deverá se dirigir ao Setor de Dívida Ativa, no saguão do Centro Administrativo. Os interessados deverão comparecer na Prefeitura Municipal, no Setor de Dívida Ativa, para solicitar a adesão do Refis de segunda a quinta-feira, das 12h30 às 18h30, e nas sextas-feiras, das 7h30 às 13h30.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895