Canoas registra fila de espera por leitos Covid-19

Canoas registra fila de espera por leitos Covid-19

Os 20 novos leitos disponibilizados nesta segunda-feira já foram todos ocupados

Fernanda Bassôa

Hoje Canoas conta com 94 leitos de terapia intensiva para Covid-19

publicidade

Mesmo com o reforço de 20 novos leitos abertos na última segunda-feira destinados a pacientes com Covid-19, atualmente 100% ocupados, a rede hospitalar de Canoas sente os efeitos do esgotamento provocado pela alta demanda dos últimos dias. Segundo informações da Secretaria Municipal da Saúde, pacientes com suspeita da doença estão sendo encaminhados para alas que não são destinadas ao coronavírus e já existe fila de espera por internações em razão do alto índice de contágio da doença.

O prefeito Jairo Jorge disse que o município enfrentará nos próximos dias o pior momento da pandemia. “Não é momento de pânico, mas de preocupação. É hora de agirmos, hora de união”. O prefeito fez um apelo, ainda, para que os canoenses respeitem o horário da suspensão geral de atividades, das 20h às 5h, e pediu que dentro deste horário a comunidade permaneça em casa.

Hoje Canoas conta com 94 leitos de terapia intensiva para Covid-19. Outros 20 leitos clínicos devem ser abertos até o final desta semana no Hospital Universitário e, até o final do mês, outros 45 passarão a funcionar no Hospital Nossa Senhora das Graças. O município busca ainda a viabilização de mais 15 leitos de UTI exclusivos para casos de coronavírus. De acordo com Jairo Jorge, a prefeitura deve enviar à Câmara de Vereadores projeto de lei que autoriza a contratação emergencial de 300 técnicos de enfermagem, que atuarão na linha de frente da Covid-19 e reforçarão a campanha de vacinação no município.

Além do Plantão Covid, que entrou em funcionamento no último final de semana e passa a operar sempre aos sábados e domingos, das 8h às 20h, em quatro unidades básicas de saúde, nos bairros Guajuviras, Mathias Velho, Niterói e Rio Branco, a Prefeitura de Canoas organiza a montagem de estruturas junto a esses locais para acelerar a triagem dos pacientes que procuram as unidades de pronto atendimento.

O município prepara também a abertura da UPA Covid. O serviço funcionará no local da antiga UPA Caçapava, no bairro Mathias Velho, onde atualmente existe uma clínica de saúde da família. Além de concentrar os casos confirmados e de suspeita da doença, será aberto no local um Centro de Testagem de Covid-19. Além da UPA especializada em atendimentos de casos de coronavírus, a prefeitura implantará um Centro de Referência para Covid-19, no campus da Ulbra.

Veja Também

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895