Casa da Cultura de Flores da Cunha deve abrir ao público no segundo semestre de 2020
capa

Casa da Cultura de Flores da Cunha deve abrir ao público no segundo semestre de 2020

O investimento da segunda etapa que está sendo finalizada é de R$ 1,3 milhão

Por
Celso Sgorla

A Casa da Cultura Flávio Luis Ferrarini terá três pavimentos.

publicidade

As obras da segunda etapa de construção da Casa da Cultura Flávio Luis Ferrarini, em Flores da Cunha, estão em ritmo acelerado. Nesta fase, é realizado o trabalho de execução das alvenarias e divisórias, contrapisos e pisos, escadas, cobertura e forros, acabamentos, pinturas, esquadrias e vidros, instalações elétricas, louças e metais. A conclusão é prevista para o início do segundo semestre de 2020.

O investimento desta etapa é de R$ 1,3 milhão, sendo R$ 319 mil provenientes do município e o restante captado através da Lei de Incentivo a Cultura do Estado. A conclusão desta segunda etapa dará condições de uso do setor administrativo de educação e cultura, das salas multiúso para oficinas de talian (dialeto venêto), música instrumental e erudita, dança, teatro, artesanato e canto coral. Para a terceira e última etapa, está previsto a execução do auditório.

A Casa da Cultura Flávio Luis Ferrarini terá três pavimentos. O primeiro abrigará um hall com espaços para exposições, recepção e a nova biblioteca pública. A parte de trás, no andar térreo, terá um auditório para 330 pessoas, além de bilheteria, banheiros, copa e camarins. No segundo piso, vão ficar as salas multiúso, e, no terceiro pavimento, locais para ensaios e reuniões. Também no pátio será construído o estacionamento e uma área de lazer.