Caxias do Sul publica novo decreto que define novas orientações no combate à Covid-19

Caxias do Sul publica novo decreto que define novas orientações no combate à Covid-19

Entre as medidas, está autorização de apresentações musicais ao vivo em ambientes fechados ou aberto

Celso Sgorla

Medidas estão alinhadas com os protocolos estipulados no Sistema 3A

publicidade

Com base em orientações da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), a prefeitura de Caxias do Sul publicou nesta quinta-feira o decreto com novas medidas sanitárias, que já estão em vigor. Elas estão alinhadas com os protocolos variáveis estipulados pelo governo do Estado no Sistema 3AS de Monitoramento da Covid-19.

Dentre as medidas de flexibilização está a autorização para apresentações musicais ao vivo, em ambientes fechados ou abertos. Como condicionantes, são exigidos o cumprimento do teto de ocupação e demais normas contidas no regramento estadual, e o afastamento mínimo de quatro metros entre artistas e público ou instalação de barreira de proteção acrílica entre o palco e a área das mesas. São proibidas a dança, de qualquer tipo, e a circulação dos clientes na área próxima ao palco.

Eventos de qualquer natureza ou shows com público superior a 70 pessoas dependerão de encaminhamento do Termo de Responsabilidade Sanitária à Fiscalização da Secretaria de Urbanismo, além do cumprimento das normas descritas no decreto estadual. Este termo precisa ser enviado até 72 horas antes da realização do evento.

A realização de competições esportivas municipais dependerão de autorização da Secretaria da Saúde mediante apresentação do Termo de Responsabilidade Sanitária. Igualmente com envio até 72 horas antes do evento esportivo.

O sistema de buffet pode ser retomado pelos restaurantes. Para tanto, será preciso instalar protetor salivar, exigência de lavagem prévia das mãos ou uso de álcool 70% pelos clientes e uso de máscara de maneira adequada. Um funcionário deverá estar junto aos equipamentos para orientar e acompanhar o cumprimento dos protocolos.

De acordo com o decreto, parques e jardins poderão ser utilizados especificamente para a prática de exercícios físicos, sendo vedada a aglomeração. Já as lojas de conveniência seguem proibidas de servir bebidas e alimentos nas áreas externas, bem como devem inibir aglomerações no entorno dos postos de combustíveis. As lojas de conveniência tem autorização para atendimento entre 5h e 22h.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895