Central Única das Favelas inicia distribuição de 40 toneladas de alimentos no Norte do RS

Central Única das Favelas inicia distribuição de 40 toneladas de alimentos no Norte do RS

Serão beneficiadas famílias de Frederico Westphalen, Passo Fundo, Nonoai e Itatiba do Sul

Agostinho Piovesan

A CUFA de Frederico Westphalen desenvolve ações que atendem milhares de famílias

publicidade

A Central Única das Favelas (CUFA) de Frederico Westphalen, no Norte do Estado, deu iniciou a distribuição de 40 toneladas de alimentos para duas mil famílias em situação de vulnerabilidade. Serão beneficiadas com cestas básicas famílias de Frederico Westphalen, Passo Fundo, Nonoai e Itatiba do Sul.

Segundo o coordenador da CUFA, Roberto Torres Júnior, 33 toneladas de alimentos foram destinadas à CUFA pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de Passo Fundo e sete toneladas são doações de empresas e pessoas da comunidade. “Queremos agradecer ao MPT, na pessoa da procuradora Priscila Dibi Schvarcz, pela destinação das cestas básicas que começam a ser distribuídas e irão garantir alimentos para muitas famílias que praticamente não tem o que comer, situação agravada com a chegada da pandemia”, disse.

Torres Júnior informou que neste período são beneficiadas famílias de municípios onde a CUFA desenvolve projetos sociais e que, desde o início da pandemia vem auxiliando as mesmas com a doação de alimentos. “Essas cestas básicas são como uma salvação para milhares de pessoas que estão passando fome neste período de pandemia, pois deixaram de trabalhar, e garantir seu sustento mínimo”, observa.

O coordenador da Central Única das Favelas informou ainda que na segunda-feira começou a distribuição de cinco mil peças de agasalhos, itens que podem ser retirados nas dependências da sede da organização, de forma gratuita, na rua Luiz Mazzonetto, 160, bairro Jardim Primavera, em Frederico Westphalen. “A CUFA segue recebendo donativos e a gente percebe que muitas pessoas de forma avulsa, além de empresas, fazem sua parte no que diz respeito à solidariedade e ajuda ao próximo, fazendo doação de alimentos e agasalhos”, destaca Júnior Torres.

A direção da central informou que desde o início da pandemia foram distribuídas 200 toneladas de alimentos para milhares de famílias do Norte do Estado e Oeste de Santa Catarina. Ao longo do último ano, a Central Única das Favelas, vem promovendo uma mobilização com o objetivo de suprir as necessidades de famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social. Elas vêm sofrendo com os impactos do avanço da Covid-19, tiveram suas atividades profissionais interrompidas parcial ou totalmente, diminuindo ou até mesmo eliminando suas fontes de renda. Torres Júnior afirma que a realidade de carências de alimentos está presente em lares de Norte a Sul do Brasil e não é diferente em Frederico Westphalen e outros municípios do Norte do Rio Grande do Sul.

A CUFA de Frederico Westphalen anunciou que desde março de 2020, além de alimentos foram distribuídos, também, insumos hospitalares, máscaras reutilizáveis, álcool gel, entre outros, graças a uma rede de colaboradores, entre empresas e pessoas físicas. Também foram distribuídos mais de R$ 40 mil reais nos bairros de Frederico Westphalen, através do programa Mães da Favela, que ofertou para líderes de família uma bolsa de R$ 240,00 divididos em duas parcelas mensais, a fim de proporcionar autonomia e a possibilidade de atender outras demandas de suas casas.

O mesmo programa também ofertou internet móvel, ligações gratuitas e acesso ilimitado às plataformas digitais de ensino por meio dos chips do Alô Social, beneficiando com conectividade, mais de mil lares em Frederico Westphalen, além dos municípios de Seberi, Nonoai e Itatiba do Sul.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895