Chuvas afastam risco de racionamento de água em Santa Cruz do Sul

Chuvas afastam risco de racionamento de água em Santa Cruz do Sul

O reservatório chegou a ter apenas 28% de sua capacidade

Por
Otto Tesche

publicidade

Responsável pelo abastecimento da cidade de Santa Cruz do Sul, o Lago Dourado começa a recuperar seu volume de água e afasta a possibilidade de racionamento no município devido as últimas chuvas. O reservatório chegou a ter apenas 28% de sua capacidade no dia 10 de maio e atualmente opera com 52%. O nível, nesta segunda-feira, estava em 3,27 metros.

O superintendente regional da Corsan, José Epstein, destaca, no entanto, que o lago ainda levará algum tempo para chegar a capacidade total de reservagem, pois é alimentado por uma adutora, que puxa água da barragem do rio Pardinho, e tem vazão limitada. “Mesmo que chova muito, o volume que vai para o lago é limitado. Cem milímetros de chuva se traduzem em apenas 10 centímetros de nível”, explicou.


A estiagem já é tratada como superada, e a cidade não corre risco de desabastecimento. A Corsan, no entanto, já trabalha em medidas para o futuro. “Há possibilidade de que o próximo verão tenha nova estiagem prolongada. Continuamos as ações já iniciadas para estarmos preparados”, disse Epstein.