Chuvas provocam transtornos na região Sul do Estado

Chuvas provocam transtornos na região Sul do Estado

Cidades registraram alagamentos, quedas de postes e árvores e falta de luz

Angélica Angélica

Foram três postes caídos e quatro árvores nas estradas do município que também tombaram em função dos ventos

publicidade

As chuvas que ocorreram no início desta sexta-feira trouxeram, além de alívio, alguns pequenos transtornos para a região. Não foram registrados desabrigados ou desalojados. Em Pelotas choveu 142 milímetros da meia-noite até às 17h. Com isto a Barragem Santa Bárbara, que abastece 60% do município e estava 4,40 metros abaixo do nível normal, passou a 3,58m abaixo no início da noite desta quinta. A cidade também registrou alagamentos em alguns pontos. A equipe da Defesa Civil foi  chamada para desentupir uma tubulação cheia de lixo doméstico durante o dia. 

Em Rio Grande, foram registrados 80 milímetros de chuva. Conforme a Defesa Civil do município há a possibilidade da chuva se estender até a manhã de sábado. Ocorreram cinco chamados para a Defesa Civil, em sua maioria motivada por alagamentos em alguns pontos da cidade. Equipes atuaram na desobstrução de locais com água acumulada, usando uma retroescavadeira e um caminhão de hidrojateamento. 

Em Camaquã, os ventos do início da manhã desta sexta-feira destelharam duas casas na localidade de Esquina Pacheca, no interior do município. Conforme o coordenador da Defesa Civil, Rafael De Moura, as residências foram cobertas com lonas de emergência  já foram providenciados para às duas  famílias afetadas alimentação, roupas e colchões. Houve queda de luz nos municípios de Arambaré e Cristal, mas a situação já foi reestabelecida. 

Em Cristal, conforme a prefeita Fábia Richter, no final do dia os prejuízos já haviam sido controlados. Foram três postes caídos e quatro árvores nas estradas do município que também tombaram em função dos ventos. No final do dia algumas localidades ainda estavam sem energia elétrica. “De oito a dez casas foram destelhadas em função do vento. 

O bairro mais atingido foi o Formosa, com cinco casas com destelhamento sério”, informou.  Canguçu registrou queda de granizo no interior. Segundo o prefeito Vinícius Pegoraro a chuva chegou a 140 milímetros em alguns locais desde a madrugada até o final do dia na cidade, com isto algumas casas ficaram alagadas e algumas pontes caíram. “Estamos esperando a água baixar pra fazer o levantamento”, diz. 

Em São Lourenço do Sul, caiu granizo pequeno nas colônias de Santa Inês e Santo Augusto. Várias árvores caíram na Colônia Santa Isabel e a rede de luz foi afetada em alguns pontos do interior de da cidade. Em São José do Norte ocorreram alagamentos em ruas e registro de pouco granizo durante a madrugada.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895