Com chegada de ciclone, mar avança e alcança a BR 392 em Rio Grande

Com chegada de ciclone, mar avança e alcança a BR 392 em Rio Grande

Ventos já chegaram a 95 km/h na Barra e no Cassino

Angélica Barcellos

Ventos já chegaram a 95 km/h na Barra e no Cassino

publicidade

O mar avançou em direção ao continente nesta terça e já alcançou a BR 392 em Rio Grande. Segundo a meteorologista Natália Pereira, os ventos já chegaram a 95 km/h na Barra e no Cassino. As águas também estão cobrindo parte dos molhes da Barra. A previsão é de que os ventos passem dos 100km/h até o início da noite. Por isso, a recomendação da Defesa Civil é evitar deslocamentos na cidade.

A Defesa Civil e as secretarias de Cidadania e Mobilidade estão prestando apoio a um grupo de 120 moradores de São José do Norte que não conseguiram fazer a travessia de volta para a sua cidade, pois o serviço foi suspenso, ainda pela manhã, pela empresa Transnorte, devido ao mau tempo. Aqueles que têm onde se hospedar em Rio Grande estão sendo transportados em viaturas da Defesa Civil até os endereços indicados.

Após negociações coordenadas pela Prefeitura de Rio Grande e a melhora das condições climáticas, o grupo de moradores que não tinha onde se hospedar foi transportado por uma lancha do estaleiro EBR de volta para São José do Norte. A lancha com o grupo zarpou às 18h da hidroviária. 

No Centro, na rua Luiz Lorea, uma placa de publicidade se soltou com o vento, mas não causou danos. O atendimento foi prestado pela Defesa Civil. Uma árvore caiu sobre uma revenda de gás na Henrique Pancada, mas não houve feridos. A Defesa Civil ainda não conseguiu retirá-la. O serviço será feito assim que possível.

Na rua Manoel Pereira de Almeida esquina com a rua 3 de Julho, um eucalipto de grande porte apresenta risco de queda .Na Avenida Itália, outros dois eucaliptos apresentam risco de cair, localizados junto a Revest Pedras.

Também existem árvores com risco de queda na rua Barão de Ladário (esquina com Felipe Camarão) e na avenida Roberto Socoowski. As situações são acompanhadas pela Defesa Civil. Há registro de falta de energia em diversos pontos da cidade, especialmente do Cassino. Não há registro de alagamentos, desalojados ou vias interrompidas até o momento.

A Prefeitura encerrou o expediente às 16h, mas serviços de urgência e emergência seguem funcionando, assim como abrigos e casas de acolhimento. A Secretaria de Educação informou que as aulas da rede municipal de ensino deverão ser retomadas normalmente na quarta-feira. O evento Praça da Proteção, alusivo ao Mês da Proteção, que seria realizado na quarta, foi cancelado. Já o espetáculo de dança "CLLÃ", marcado inicialmente para esta terça, foi transferido para amanhã, às 20h, no Teatro Municipal.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895