Comitê de Atenção ao Coronavírus de São Leopoldo envia carta a Eduardo Leite

Comitê de Atenção ao Coronavírus de São Leopoldo envia carta a Eduardo Leite

Documento destaca a estratégia de testagem do município e traz informações do Hospital Centenário referente a ocupação de leitos

Stephany Sander

A cidade decidiu manter as atuais regras de prevenção à pandemia prorrogando o decreto municipal até o dia 24 de novembro

publicidade

Uma carta assinada pelo Comitê Municipal de Atenção ao Coronavírus de São Leopoldo foi enviada ao governador Eduardo Leite. O texto foi elaborado durante reunião do grupo de trabalho, na tarde desta terça-feira, para avaliar os indicadores do município e discutir as medidas de prevenção. A carta destaca a estratégia de testagem do município, que está perto de realizar 30 mil testes e realizando busca ativa em segmentos de trabalhadores mais expostos, como motoristas de aplicativo, entregadores, motoristas de ônibus, atendentes em restaurantes, trabalhadores de escolas infantis e profissionais de salões de beleza.

Além disso, o documento traz informações do Hospital Centenário, que desde o início do mês está com uma média de ocupação dos leitos de UTI de 50% de residentes de outras cidades, inclusive na maioria das vezes de outras regiões. "Em muitos dias de novembro, inclusive, o número de pessoas de outras regiões foi maior de que moradores da nossa cidade", diz o texto.

O Comitê também elaborou, e deve divulgar ainda, uma carta ao Governo do Estado do Rio Grande do Sul, em que aborda em especial a preocupação com a situação do litoral gaúcho durante o verão, que recebe muitos moradores da Região Metropolitana nos finais de semana e feriados de dias mais quentes, além de um questionamento aos critérios utilizados para as bandeiras do distanciamento controlado e ao fluxo de residentes de outros municípios nos leitos de UTI.

A cidade decidiu manter as atuais regras de prevenção à pandemia de coronavírus, prorrogando o decreto municipal até o dia 24 de novembro. A prefeitura reforça que a cidade participa do sistema de cogestão regional do Modelo de Distanciamento Controlado, que permite regras da bandeira laranja, mesmo com a região classificada em bandeira vermelha, o que significa que não haverá fechamento em estabelecimentos que estão funcionando no município.

Um dos temas debatidos pelo Comitê foi o reforço nas ações de conscientização, incluindo uma nova campanha de mídia reforçando as orientações durante a campanha de Natal do comércio. A campanha também deverá ter foco nas praças e espaços públicos da cidade. Uma nova reunião extraordinária do Comitê será realizada nesta sexta-feira, para a análise dos dados de São Leopoldo antes da prévia do mapa do distanciamento controlado definido pelo Estado.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895