CPI dos Medicamentos visita mais hospitais nesta segunda-feira

CPI dos Medicamentos visita mais hospitais nesta segunda-feira

Casas de saúde de São Leopoldo, Novo Hamburgo e Campo Bom foram vistoriadas na semana passada

Stephany Sander

Hospital São José, em Dois Irmãos, será um dos locais vistoriados nesta segunda-feira

publicidade

A semana se inicia com novas visitas à região, por parte da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que apura aumentos abusivos de preços dos medicamentos e insumos pagos pelos hospitais gaúchos durante a pandemia, a CPI dos Medicamentos. Nesta segunda-feira, a vistoria passa por três instituições: Hospital São Francisco de Assis, em Parobé; Hospital Bom Jesus de Taquara; e ainda o Hospital São José, em Dois Irmãos. Integrantes da CPI já estiveram na última semana em três hospitais do Vale do Sinos. As casas de saúde de São Leopoldo, Novo Hamburgo e Campo Bom foram vistoriadas.

Entre os locais visitados pela comitiva formada pelos deputados Thiago Duarte (presidente), Clair Kuhn (vice-presidente), e o relator, Faisal Karam, esteve o Hospital Centenário, em São Leopoldo. A CPI foi recebida pela presidente da Fundação Hospital Centenário (FHC), a administradora hospitalar Lilian Silva, e pelo advogado da instituição, Maicon Barbosa.

Conforme Barbosa, os gestores da unidade hospitalar se sentiram "chantageados" pelos grupos de distribuidores que vendiam as medicações do chamado Kit Entubação. "Ficamos reféns dos valores e precisamos recorrer a execução judicial para fazer valer a quantidade e o preço", explicou o advogado.

Já em Campo Bom o aumento abusivo nos medicamentos para o tratamento de Covid foi denunciado aos membros da CPI, assim como os empréstimos de medicamentos aos hospitais de São Leopoldo, Sapiranga e São Sebastião do Caí, quando os mesmos, tinham estoque baixo.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895