Decreto regula atividades de promoção à saúde em Caxias do Sul

Decreto regula atividades de promoção à saúde em Caxias do Sul

Estabelecimentos como academias e centros de treinamento poderão retomar atendimento mediante normas de prevenção ao coronavírus

Celso Sgorla

publicidade

A Prefeitura de Caxias do Sul publicou nesta terça-feira decreto para estabelecimentos de prestação de serviços de promoção à saúde, que podem voltar a funcionar a partir desta quarta, com a prática de esportes individuais e desde que observadas as medidas de prevenção à transmissão do coronavírus. São locais como academias, estúdios de personal trainer e de pilates, centros de treinamento funcional, de crossfit e de lutas sem contato pessoal, academias e piscinas de condomínios, clubes e natação.

O decreto determina que a capacidade máxima de ocupação dos estabelecimentos deverá se dar na proporção de um aluno para cada 16m² e que os horários deverão ser pré-agendados com duração máxima da aula de 45 minutos e intervalo de 15 minutos, evitando assim aglomerações e contato com outras pessoas. Os alunos devem ficar a uma distância de 4 metros entre si e, após as aulas, os equipamentos deverão ser higienizados com álcool etílico.

Além disso, os funcionários e participantes devem usar máscaras e ter à disposição kits de higiene completo em sanitários. Cada aluno deve usar sua toalha e as áreas das esteiras, por exemplo, deverão ter uma distância mínima de 2 metros lateralmente e não podem estar na direção dos usuários. O documento veda práticas que tenham contato físico como lutas, atividades de alongamento e afins e a utilização de bebedouros de uso comum.

Uso de máscaras

O Gabinete de Crise da Prefeitura de Caxias do Sul estuda medida de uso obrigatório de máscara por toda a comunidade a partir da próxima semana. Os últimos decretos municipais já obrigam a proteção para funcionários e clientes de estabelecimentos comerciais, supermercados, farmácias e restaurantes. Também na indústria os itens estão sendo usados pelos funcionários.

O vice-prefeito e secretário do Planejamento, Edio Elói Frizzo, ressalta que a prefeitura intensificou nas últimas semanas a campanha do uso de máscara pela população devido às flexibilizações. Essa iniciativa abrange o serviço público municipal. No Centro Administrativo, só é possível entrar com o uso do item, mesmo com o agendamento do atendimento. "Focamos, no primeiro momento, na proteção aos servidores da área da saúde. Agora, estamos comprando os EPIs para os demais servidores que ainda não têm, porque já estamos com 50% deles de volta ao trabalho", informa Frizzo.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895