Desentendimento por uso de máscara em supermercado provoca homicídio em Vacaria

Desentendimento por uso de máscara em supermercado provoca homicídio em Vacaria

Após se negar a colocar o item de proteção, cliente e gerente do estabelecimento se agrediram usando faca e arma

Celso Sgorla

Após se negar a colocar o item de proteção, cliente e gerente do estabelecimento se agrediram usando faca e arma

publicidade

A recusa de um cliente em colocar a máscara para entrar em um supermercado da cidade Vacaria acabou em homicídio na noite deste sábado. O caso ocorreu por volta das 19h30, no bairro Petrópolis. 

Segundo levantamento preliminar feito pela Polícia Civil, o fato teve início quando houve a solicitação para um dos clientes do supermercado que colocasse máscara, em virtude dos protocolos obrigatórios no controle do contágio de coronavírus. A partir do pedido, houve desentendimento entre o gerente do supermercado  e o cliente, que se negou colocar a máscara.

Segundo a polícia, o cliente puxou uma faca que trazia em sua cintura e esfaqueou o gerente do supermercado no tórax por duas vezes. Após ser agredido, o gerente do supermercado puxou uma arma de fogo que trazia em sua cintura e desferiu, em princípio, dois tiros contra o cliente, que foi atingido também no tórax, caindo na porta de entrada do estabelecimento. O cliente foi socorrido, mas faleceu em seguida. O gerente do supermercado foi encaminhado ao hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria

A arma de fogo utilizada pelo gerente do supermercado, um revólver calibre .38,  foi apreendida, sendo apresentados o registro e porte federal. A faca utilizada pela vítima fatal também foi apreendida. A vítima fatal tinha antecedentes policiais por crimes de trânsito e ameaça.

A Polícia compareceu ao local após o crime e conversou com testemunhas, além de coletar imagens dos fatos do sistema de monitoramento


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895