Deslizamentos provocam bloqueios de rodovias na Serra gaúcha

Deslizamentos provocam bloqueios de rodovias na Serra gaúcha

BR 470 está com o trânsito totalmente interrompido no km 193 devido ao grande volume de água junto à Ponte Ernesto Dornelles

Por
Celso Sgorla

Deslizamentos provocam bloqueios de rodovias na Serra gaúcha


publicidade

A forte chuva que atingiu o Rio Grande do Sul na noite dessa terça-feira provocou deslizamentos de encostas em rodovias na Serra, causando a interrupção no trânsito. 

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a BR 470 está com o trânsito totalmente interrompido no km 193 devido ao grande volume de água junto à Ponte Ernesto Dornelles, sobre o Rio das Antas, que liga Bento Gonçalves a Veranópolis. Por conta da grande quantidade de água que desceu da encosta, uma grande cratera se formou ao lado da ponte.  

As chuvas causaram ainda alagamento e queda de árvores em vários pontos da rodovia. As condições de circulação são ruins, com dificuldades para todos os veículos. Equipes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) já foram acionadas para avaliação das cabeceiras da ponte e das encostas, que já se encontram bastante encharcadas, oferecendo risco de deslizamento.

Na  BR 116, o trânsito está  operando  em meia pista no km 154 próximo à localidade de Santa Corona. No local houve deslizamento de terra e árvores. Também houve deslizamento de terra na BR 116 com bloqueio total da rodovia no km 129 entre Caxias do Sul e São Marcos.


A ERS 446, em Carlos Barbosa, também está com trânsito parcialmente interrompido bloqueado. Houve queda de barreira, o que prejudica o fluxo dos veículos. A rodovia está em meia pista no quilômetro 11, entre Carlos Barbosa e São Vendelino. No km 9 da ERS 431 entre Bento Gonçalves e São Valentin está com duas das três pistas interrompidas em função de deslizamento.