Equipamentos de pesca apreendidos nas represas de Caxias do Sul são destruídos

Equipamentos de pesca apreendidos nas represas de Caxias do Sul são destruídos

Materiais foram recolhidos pela Patrulha Ambiental e pela Guarda Municipal nas barragens Maestra, Dal Bó, Samuara, Faxinal e Marrecas

Celso Sgorla

Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul utilizou um rolo compressor para inutilizar os equipamentos

publicidade

O Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) de Caxias do Sul destruiu materiais de pesca apreendidos junto às represas de propriedade da autarquia. A Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (CODECA) utilizou um rolo compressor para inutilizar os instrumentos.

Foram destruídas varas de fibra e de bambu, redes, tarrafas, armas brancas, molinetes, carretilhas, linhas de mão e apetrechos típicos de pesca.

Para o Diretor-Presidente do Samae, Gilberto Meletti, o ato de destruição dos equipamentos condiz com o trabalho de preservação dos mananciais. “Os itens recolhidos referem-se ao fato de que houve, de forma indevida, a prática de algum ato no em torno das bacias de captação do município, causando riscos significativos ao meio ambiente. A proibição inclusive previne qualquer tipo de acidente, preservando também a integridade das pessoas”, reforça.

O material foi apreendido nas represas Maestra, Dal Bó, Samuara, Faxinal e Marrecas, com apoio da Guarda Municipal (GM).  As operações de patrulhamento nas represas ocorrem diariamente. Denúncias podem ser feitas no telefone 115.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895