Eventos debaterão a importância e as necessidades para a preservação do manancial do Rio do Sinos
capa

Eventos debaterão a importância e as necessidades para a preservação do manancial do Rio do Sinos

Quarta semana do Rio dos Sinos que vai até o dia 24 contará com diversas atividades na cidade de São Leopoldo

Por
Stephany Sander

Roda de conversa ‘O Povo Negro e o Rio dos Sinos’, que ocorre no dia 19, será um dos momentos mais importantes da 4ª Semana do Rio do Sinos

publicidade

Com o objetivo de debater a importância e as necessidades para a preservação de seu manancial mais importante, a 4ª Semana do Rio do Sinos, ocorre desde sábado até o dia 24, com diversas atividades na cidade de São Leopoldo. Segundo o secretário de Maio Ambiente, Darci Zanini, a data de abertura marcou justamente o aniversário de Henrique Luís Roessler, no sábado.

"Ele tem uma grande representação para nossa cidade e toda a luta ambiental nacional e por isso, nossa semana de atividade começa neste sábado. Queremos propor uma reflexão sobre a importância do Sinos para nossa história passada, e futura", afirma.

A atividade de abertura ocorreu no Museu do Rio dos Sinos, que irá concentra grande parte da programação. "Teremos um momento muito importante, de resgate da história, no dia 19, com a roda de conversa: ‘O Povo Negro e o Rio dos Sinos’, pois a história da cidade começou no rio, onde as lavadeiras negras o utilizavam como ferramenta de trabalho", comenta a coordenadora do museu, Maristela Letti.

Outro destaque da Semana do Rio do Sinos é o 1º Encontro Municipal do Fórum dos Arroios e Parques Ambientais. A ação, ocorre no dia 23, no auditório do Colégio São Luís, e vai mostrar o resultado dos encontros que vem envolvendo a população dos bairros que contam com arroios, desde o mês de agosto.

"Temos um projeto muito importante, e que envolverá também a população jovem de todas as regiões da cidade , que é a Formação de Jovens Embaixadores pelo Clima no município. É uma iniciativa oriunda de uma parceria com a organização alemã Plant-for-the-planet com o objetivo de sensibilizar e capacitar crianças e adolescentes de 7 a 12 anos da rede municipal de ensino para a agenda de sustentabilidade", comenta Zanini

O secretário ainda destacou que São Leopoldo faz parte do Pacto Global dos Prefeitos pelo Clima e Energia, que ainda acarreta em ações de qualificação da gestão dos parques municipais, incentivo à pesquisa nas Unidades de Conservação, e melhorias no Jardim Botânico, no Viveiro Municipal e áreas de preservação.