Exames apontam 410 resultados positivos de coronavírus na JBS Ana Rech

Exames apontam 410 resultados positivos de coronavírus na JBS Ana Rech

Dados foram entregues à Secretaria Municipal de Saúde de Caxias do Sul

Celso Sgorla

publicidade

A relação de exames de coronavírus em funcionários da empresa JBS Ana Rech mostrou que dos 1.538 exames realizados, 410 deram resultados positivos, 10 indeterminados, 982 negativos e 135 não realizados. Os dados consolidados, até o momento, foram entregues à Secretaria Municipal de Saúde de Caxias do Sul pela Fundação Universidade de Caxias do Sul (FUCS). Em uma análise inicial, 294 dos casos positivos já estão recuperados. Do total, foram realizados 30 testes RT-PCR e os demais foram testes rápidos.

A Vigilância Epidemiológica fará análise de cada caso para verificar se a triagem e o tipo de teste aplicado foram feitos de forma correta. Os 99 casos já inseridos nas estatísticas do município serão verificados para não constar em duplicidade.

Na última sexta-feira, o Ministério Público do Trabalho (MPT) do Rio Grande do Sul, por meio do Projeto de Adequação das Condições de Trabalho em Frigoríficos, divulgou que a unidade JBS de Ana Rech, em Caxias do Sul, chegou a marca de 436 funcionários infectados por coronavírus. Os números foram divulgados e confirmados pela procuradora Priscila Dibi Schvarcz, gerente nacional do Projeto.

Conforme o MPT, 1,5 mil trabalhadores foram testados e 412 são casos novos. Os outros 24 são ainda dos primeiros dias de verificação. Apesar do número representar quase um terço do quadro de funcionários, a maioria já havia desenvolvido anticorpos contra a doença.

Em nota, a JBS informou que a saúde de seus colaboradores é sua prioridade absoluta e, desde o início da pandemia no Brasil, tem se pautado pelo absoluto foco na segurança e proteção dos seus colaboradores no enfrentamento à Covid-19 em suas unidades.

Segundo a empresa, todas as ações e medidas adotadas seguem as orientações dos órgãos de saúde, dos Ministérios de Saúde, Agricultura e Economia, além das recomendações dos governos estaduais e municipais. Para apoiar na construção do seu protocolo, a JBS contratou a consultoria clínica do Hospital Albert Einstein e do infectologista Adauto Castelo Filho.

Entre as medidas adotadas pela empresa, está o afastamento de todos os colaboradores do grupos de risco - pessoas com mais de 60 anos, gestantes e aqueles que tenham indicação clínica. Segundo o mesmo protocolo, a JBS afirmou ter promoviddo o afastamento de todos os colaboradores que apresentem sintomas gripais e os que tenham testado positivo para a Covid-19. "Em todos os casos, eles têm seus benefícios garantidos, total  assistência e acompanhamento integral por parte da empresa até seu pronto restabelecimento", destacou a empresa em nota.

Também faz parte do protocolo de segurança da JBS a total desinfecção e sanitização das áreas comuns - internas e externas -, além de monitoramento integral dos seus colaboradores.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895